Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Fast

Frigoríficos têm ganhos com autorização para exportar carne bovina para Indonésia

30/08/2019 - 12:28
De acordo com o ministério da Agricultura, as unidades possuem um potencial de exportação de pelo menos 25 mil toneladas de produtos bovinos (Foto: Money Times)

Por Investing.com – Com a notícia de que a Indonésia autorizou que dez frigoríficos brasileiros exportem carne bovina ao país, as ações dos principais frigoríficos na bolsa paulista operam com importante valorização na manhã desta sexta-feira.

Por volta das 11h56, as ações Minerva (BEEF11) registravam ganhos de 2,69% a R$ 3,05, enquanto que as da JBS SA (JBSS3) somavam 3,46% a R$ 30,47. Já a Marfrig (MRFG3) subia 2,44% a R$ 8,39.

De acordo com o ministério da Agricultura, as unidades possuem um potencial de exportação de pelo menos 25 mil toneladas de produtos bovinos. A autorização vem depois de a ministra Tereza Cristina ter negociado em maio com o ministro indonésio, Amran Sulaiman, como parte de um tour por países asiáticos em busca da abertura de novos mercados para os produtos agrícolas brasileiros.

Cinco das plantas autorizadas são operadas pela Minerva.

Em 2018, a Indonésia importou cerca de 150 mil toneladas de carne bovina, com a Austrália representando cerca de 40% do volume, acrescentou a companhia.

O Brasil, que além da Minerva possui outras grandes processadoras, como JBS, BRF e Marfrig, é o maior exportador mundial de carnes bovina e de frango do mundo. O país fornece cerca de 20% das exportações globais totais de bovinos, segundo o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA, na sigla em inglês).

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Além disso, trata-se também do quarto maior fornecedor mundial de carne suína.

Tereza chamou a autorização indonésia de “conquista”, enfatizando a importância da venda de produtos bovinos para um país com uma população de quase 300 milhões de pessoas.

Segundo projeções do USDA, o Brasil deve continuar a ampliar suas exportações de carne bovina nos próximos anos, alcançando 23% dos embarques globais totais até 2028.

Última atualização por Diana Cheng - 30/08/2019 - 12:28