Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Frigorífico segura compra de boi para não perder ganho no atacado e produtor também não cede

Giovanni Lorenzon - 19/08/2019 - 18:30
Boi Boiada Nelore
Boiada disponível só em curral ou grandes confinamentos, mas consumo não corresponde (Imagem: Pixabay)

Não houve negócios em volume com o boi gordo nesta segunda (19). Dia de contenção tradicional, mas ampliado pela pouca urgência dos frigoríficos na compra e condições dos detentores de animais acabados, poucos. De amanhã em diante poder-se-á sentir a disposição do mercado, que deverá ficar entre estabilizado e/ou com linha de leve alta a depender das praças.

O que pode estar dando certo fôlego aos compradores, que seguram mais os preços em época que deveriam estar maiores, é alta da carne no atacado. A carcaça casada em São Paulo terminou a semana passada em R$ 10,36/kg, voltando aos preços registrados 35 dias, na contabilidade da Agrifatto.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Portanto, as indústrias, sem resposta firme do varejo, não sairá comprando para não puxar preço e corroer seus ganhos.

Na outra ponta, os vendedores ainda relutam e manobram as vendas.

No mercado paulista, o indicador mínimo registrado nesta segunda esteve em R$ 156,00, segundo a consultoria, como na sexta. A Soct Consultoria também repetiu os números: R$ 153,50 e R$ 155,50 (no ato e no prazo).

Na média, os negócios com boi comum transitam em R$ 158,00.

 

 

 

 

Última atualização por Giovanni Lorenzon - 19/08/2019 - 18:31