Últimas Notícias Cotações Governo Bolsonaro Comprar ou Vender Empresas Economia
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

XP/Ipespe: Chances de Bolsonaro crescem no segundo turno

Victor Fermino - 14/09/2018 - 10:34

A pesquisa da XP Investimentos/Ipespe divulgada hoje (14), apresentou seis testes realizados com o intuito de simular os cenários mais prováveis do segundo turno. Os dados, coletados entre os dias 10 e 12 de setembro, mostram uma evolução por parte de Jair Bolsonaro, cuja rejeição diminuiu para 57% (ficando abaixo de Alckmin e Marina) e cuja intenção de votos chegou a 26%.

Veja a íntegra da nova pesquisa eleitoral XP/Ipespe

As chances do candidato do PSL aumentaram, já que o que antes era derrota por 4 pontos percentuais para Marina ou Alckmin agora se tornou empate. Ainda assim, não há cenários no segundo turno nos quais ele tenha grandes chances de vitória — o cenário mais otimista, com o petista Fernando Haddad, ainda fica dentro da margem de erro da pesquisa.

Caso Alckmin e Bolsonaro se enfrentem, o tucano lidera numericamente, com 37% das intenções de voto (contra 36% do parlamentar do PSL). Brancos, nulos e indecisos somam 26% das respostas. Duas semanas atrás, os candidatos apareciam empatados com 35%.

Com Bolsonaro e Marina Silva também ocorre um empate técnico: a candidata da REDE aparece com 37% a 36%. 27% dos eleitores não sabem ou votam branco e nulo. Nas pesquisas anteriores, o ex-capitão militar ficava à frente, mas desde a divulgação da pesquisa de 25 de maio, se mostram empatados.

Com um segundo turno de Alckmin e Ciro, há outro empate: ambos ficam com 35% das intenções de voto. Brancos, nulos e indecisos somam 31%.

No cenário que coloca Bolsonaro e Ciro no segundo turno, o candidato do PDT venceria com 40% das intenções de voto. Bolsonaro ficaria com 35%. É a terceira vez que Ciro ganha de Bolsonaro na série de simulações da pesquisa.

Em um segundo turno entre Bolsonaro e Haddad, há um empate técnico, com o militar liderando com 40%  sobre os 38% do petista. Em abril, a simulação mostrava Bolsonaro ganhando com uma diferença de 11 pontos percentuais.

No cenário que coloca Alckmin contra Haddad, o tucano vence com 38% das intenções de voto, enquanto o ex-prefeito paulistano fica com 28%. Já os brancos, nulos e indecisos formam 35% do total.

Últimas Notícias