Últimas Notícias Nova Previdência Cotações Comprar ou Vender Criptomoedas Empresas
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Vale salta com retomada de operações em porto e Brucutu; XP recomenda compra

Gustavo Kahil - 19/03/2019 - 16:45
Vale
A Mina de Brucutu é a maior da Vale em Minas Gerais e foi inaugurada em 2006 (Imagem: Vale)

As ações da Vale (VALE3) têm alta superior a 3% nesta terça-feira (19) em reação ao anúncio da retomada das operações no Terminal da Ilha Guaíba, em Mangaratiba (RJ), e de uma decisão favorável sobre as atividades da barragem Laranjeiras e do complexo minerário de Brucutu.

O que ainda está barato na Bolsa? Veja as 6 ações negociam em nível “pechincha”

Sobre Brucutu, a mineradora disse que intimou a Secretaria de Estado de Meio Ambiente do Estado de Minas Gerais (SEMAD) para que cumpra também a decisão.

“As operações de Brucutu permanecem paralisadas aguardando os desdobramentos da referida decisão judicial no âmbito da SEMAD e a Vale manterá o mercado informado de quaisquer atualizações”, aponta a empresa.

“Os overganhs, riscos potenciais, estão sendo cada vez mais mitigados, o que gradualmente deve permitir que a ação volte a negociar com base em fundamentos. A ação da Vale segue muito descontada em relação aos pares (20-25%), negociando a 3,9x EBITDA 2019, e esperamos uma convergência gradual”, aponta a XP Investimentos. A recomendação é de compra, com preço-alvo de R$ 68.

Brucutu

A Mina de Brucutu é a maior da Vale em Minas Gerais. Inaugurada em 2006, foi anunciada na época como sendo a maior do mundo em capacidade inicial de produção. Em 2016, a mineradora noticiou em seu site que ela ocupava a segunda posição do país em produção, sendo superada apenas pela Mina de Carajás, localizada no Pará. A implantação do empreendimento mineiro custou US$ 1,1 bilhão e chegou a ter 6 mil trabalhadores durante o pico das obras.

Sediada no município de São Gonçalo do Rio Abaixo (MG) próximo ao limite com Barão de Cocais (MG), a Mina de Brucutu fica a cerca de 100 quilômetros de Belo Horizonte. No terceiro trimestre do ano passado, quando a Vale bateu o recorde de produção no Brasil com a marca de 104,9 milhões de toneladas de minério de ferro, 27% veio dos complexos de Itabira, Mariana e Minas Centrais. Este último abriga a Mina de Brucutu. Não há informações de sua produção individual no período.

Money Times no Messenger!
Notícias selecionadas para você
Recomendados para você
Exclusivo: Método de Luiz Barsi é revelado em curso inédito