Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Telecom: número de planos pós-pago no Brasil superará os de pré-pago em 2019

Renan Dantas - 21/07/2019 - 16:33
Quantidade de assinantes pós-pago deve atingir uma participação de mercado de 52% (Imagem: Pixabay)

O número de usuários de celulares pós-pago irá ultrapassar o de celulares pré-pago, aponta a consultoria Frost & Sullivan em relatório do Bradesco BBI.

De acordo com os dados, a quantidade de assinantes pós-pago deve atingir participação de mercado de 52%. Em maio de 2019, a parcela de usuários pré-pago era de 55%. Em maio de 2015, esse número era de 75%.

Segundo os analistas Fred Mendes e Flávia Meireles, a migração de usuários dos planos pré-pago para pós-pago se deve ao aumento de vendas e ao declínio no uso de vários chips.

“A tendência crescente para o pós-pago deve contribuir para maiores retornos para as empresas de telecomunicações, uma vez que a receita média por usuário pós-pago é mais alta do que a do pré-pago, e o mercado pós-pago mostrou mais racionalidade do que o pré-pago nos últimos trimestres”, destacam.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

No entanto, os analistas ressaltam que o estudo da Frost & Sullivan inclui assinantes M2M (comunicação entre máquinas, amplamente utilizado para aplicações como o rastreamento de veículos e monitoramento por meio de sensores instalados remotamente) na categoria pós-pago, que tem baixa receita média por usuário.

Operadoras

De acordo com os dados da Anatel, a Claro lidera as adições líquidas de pós-pago (excluindo M2M) nos últimos meses, com 42% de participação nas adições líquidas. Logo em seguida, aparecem Vivo (VIVT4), com 29%, Oi (OIBR4), com 23%, e TIM (TIMP3), com baixa de 3%.

Última atualização por Valter Outeiro da Silveira - 21/07/2019 - 16:08