Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Paulo Guedes taxará dividendos e juros sobre capital próprio; o que muda?

Valter Outeiro da Silveira - 23/01/2019 - 8:48
(Valter Campanato/Agência Brasil)

Paulo Guedes, ministro da Economia, pretende realizar taxação de dividendos e JCP (Juros sobre Capital Próprio), conforme apurado pela reportagem do Valor nesta quarta-feira (23), em jantar realizado pelo Itaú em Davos.

Vale deverá apresentar “fortes resultados” no quarto trimestre, diz Safra

As mudanças estudadas devem também incluir uma redução da alíquota de imposto de renda de pessoa jurídica de 34% para 20%, o que seria compensada pelo fim da dedução do JCP sob a base tributária e taxação de dividendos.

“Apesar de trazer volatilidade, a depender das alíquotas as mudanças podem ter impacto próximo a neutro a empresas que distribuem proventos”, avalia a XP Investimentos.

Segundo a LCA Consultores, o retorno da taxação de dividendos poderia estimular as empresas a voltarem a pagar benefícios aos seus funcionários, os fringe benefits, para fugir dessa tributação.

Para Octavio de Lazari Junior, presidente-executivo do Bradesco, a taxação é adequada. “É uma substituição de impostos coerente. O setor produtivo poderá produzir mais barato e criar mais emprego. E o tributo fica maior sobre o que de fato não gera riqueza”, disse.

Em relação a Reforma da Previdência, o ministro foi enfático ao afirmar a investidores que a mesma passará no Congresso, com período transitório de capitalização.

Caso não ocorra a aprovação, Guedes tem um plano B. “Mas ele confia, está muito assertivo sobre o plano A”, declarou João Dória, governador de São Paulo.

Última atualização por Gustavo Kahil - 23/01/2019 - 10:09