Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Oi: Vendas de imóveis devem acontecer no curto prazo, aponta Itaú BBA

Gustavo Kahil - 18/09/2019 - 20:37
O documento foi produzido pela analista Susana Salaru após uma série de reuniões com investidores e com a Oi (Imagem: Equipe Money Times)

As vendas de ativos da Oi (OIBR3) devem ser as primeiras consequências da aprovação da nova Lei das Teles, aponta o Itaú BBA em um relatório enviado a clientes nesta quarta-feira (18). A recomendação outperform (desempenho acima da média do mercado), o mesmo que compra, e preço-alvo de R$ 1, foram mantidos.

O documento foi produzido pela analista Susana Salaru após uma série de reuniões com investidores e com a Oi, representada pelo diretor financeiro, Carlos Brandão, pelo membro do Conselho, Rodrigo Abreu, e pela equipe de relações com investidores.

Segundo ela, embora alguns dos efeitos do PLC-79 (Lei das Teles) possam levar mais tempo para se materializar, “vendas de imóveis possibilitadas pelo PLC podem ser aprovadas no curto prazo”.

As vendas de ativos devem apoiar a posição de caixa, junto com as vendas da Unitel e de torres móveis (com previsão de serem fechadas no quarto trimestre de 2019), explica.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

Ela ainda ressalta que o novo plano estratégico da empresa deve preparar o caminho para uma recuperação operacional impulsionada por segmentos de negócios de maior retorno e apoiada pela venda de ativos e pelos efeitos da nova regulação.

O foco deve estar em banda larga de fibra, vendas B2B (entre empresas) e atacado, diminuindo o foco no DTH (Direct To Home) e o cobre.

Última atualização por Gustavo Kahil - 18/09/2019 - 20:37