Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Livraria Cultura tenta se desfazer de sebo online Estante Virtual por R$ 44 milhões

Gustavo Kahil - 19/09/2019 - 22:33
A Cultura tenta reestruturar uma dívida superior a R$ 285 milhões (Eduardo Otubo/Flickr)

A Livraria Cultura, em recuperação judicial desde outubro de 2018, pôs a venda a sua unidade de sebo online Estante Virtual por R$ 44 milhões, definiu a Assembleia Geral de Credores (AGC) do grupo. A empresa foi comprada no final de 2017.

A Cultura tenta reestruturar uma dívida superior a R$ 285 milhões. A maior parte dos credores é composta por fornecedores e bancos.

Uma nota distribuída pelo escritório Felsberg Advogados, que atua junto ao Grupo Cultura, explica ainda que a “Estante” possui créditos tributários no valor de R$ 31,7 milhões. Segundo o site da empresa, o sebo teria vendido 20 milhões de livros em 2018.

Estante virtual
Segundo o site da empresa, o sebo teria vendido 20 milhões de livros em 2018 (Imagem: Site da empresa)

A petição com o pedido de homologação da Proposta ao juízo da Recuperação Judicial foi protocolada na última sexta-feira (13), explica a sócia Fabiana Solano.

O grupo informou no documento enviado à Justiça que “diante da manutenção da crise financeira aguda no Brasil, e diante da necessidade de geração de caixa, é essencial para a manutenção e soerguimento das atividades do Grupo Cultura que as recuperandas possam proceder a alienação de determinados ativos e UPIs que não têm, neste momento, importância estratégica para a operação”.

A empresa listou no pedido débitos de R$ 675 milhões (Imagem: Reprodução/Facebook Saraiva)

Saraiva

Também em situação ruim, a Saraiva (SLED4) teve o seu plano de recuperação judicial aprovado em agosto. A empresa listou no pedido débitos de R$ 675 milhões.

Última atualização por Gustavo Kahil - 19/09/2019 - 22:33