Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Justiça do Rio autoriza quebra de sigilo de Flávio Bolsonaro, diz O Antagonista

13/05/2019 - 18:15
O pedido de quebra de sigilo foi efetuado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ), autorizado em 24 de abril e foi mantido em sigilo até o presente momento (Imagem: Edilson Rodrigues/Agência Senado)

O Tribunal de Justiça do Rio autorizou no fim de abril a quebra de sigilo bancário do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) e de seu ex-assessor Fabrício Queiroz, segundo informações divulgadas nesta segunda-feira (13) pelo “O Antagonista”.

Além de Flávio e Queiroz, também tiveram suas informações bancárias averiguadas: a mulher do senador, Fernanda Bolsonaro; a empresa pertencente aos dois (Bolsotini Chocolates e Café Ltda.); as duas filhas de Queiroz, Nathália e Evelyn; e a mulher do ex-assessor, Márcia.

O pedido de quebra de sigilo foi efetuado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ), autorizado em 24 de abril e foi mantido em sigilo até o presente momento. Na ocasião em que autorizou a averiguação das contas bancárias, o juiz Flávio Nicolau afirmou que a ação era importante “para a instrução do procedimento investigatório criminal”, completa a reportagem do “O Antagonista”.

Os promotores do MP-RJ investigam uma movimentação financeira atípica de R$ 1,2 milhão na conta de Fabrício Queiroz quando ele trabalhava no gabinete de Flávio na Assembleia Legislativa do Rio.

Leia mais sobre: Flávio Bolsonaro, Justiça

Última atualização por Gustavo Kahil - 13/05/2019 - 18:15