Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

EUA: Wall Street reprimida em meio ao Brexit e tensões no comércio

Investing.com Brasil - 13/03/2019 - 9:41

Investing.com

Wall Street aponta para uma abertura estável nesta quarta-feira, em meio a incertezas em torno da saída do Reino Unido da União Europeia, após o Parlamento ter votado contra o plano revisado da primeira-ministra Theresa May pela segunda vez.,

Ibovespa futuro aponta para dia de alívio nesta quarta-feira

É improvável que o Parlamento vá votar a favor de deixar a UE sem um plano, mas o que acontecerá em seguida ainda não é claro, uma vez que a UE disse que não irá negociar mais sobre os termos do acordo de separação entre os dois.

Os futuros do Dow caiam 17 pontos para 0,07% às 7h40, com a Boeing (NYSE:BA) novamente atropelando o índice. A fabricante de aviões caía 1,8% no pré-mercado, enquanto países do mundo inteiro colocaram em dúvida a maior fonte de renda da empresa, apesar das garantias da Administração Federal de Aviação dos EUA de que é seguro voar.

Enquanto isso, o S&P 500 subiam 2 pontos ou 0,08% e futuros do Nasdaq 100 de alta tecnologia subiam 7 pontos ou 0,10%.

As preocupações comerciais voltaram aos holofotes depois que o secretário de Comércio dos EUA, Robert Lighthizer, disse ao Comitê de Finanças do Senado que o país ainda mantém a opção de aumentar as tarifas sobre as importações chinesas, pressionando Pequim para fazer mais concessões em um acordo comercial que ainda está sendo finalizado.

“Temos que manter o direito de poder – o que quer que aconteça com as tarifas atuais – aumentar as tarifas em situações em que há violações do contrato”, disse ele.

A Kraft Heinz (NASDAQ:KHC) avançava 0,4% no pregão de pré-mercado em meio a notícias de que a empresa contratou o Royal Bank of Canada para revisar opções para o negócio de creme azado da Breakstone, incluindo uma venda.

A Rite Aid (NYSE:RAD) saltou 17,8% após a notícia de que seu CEO John Standley e outros altos executivos estão deixando a empresa, em meio a uma reestruturação administrativa mais ampla.

Enquanto isso, a empresa de semicondutores Micron Technology (NASDAQ:MU) caía 0,5%, enquanto a Netflix (NASDAQ:NFLX) perdia 0,3% e a Tesla (NASDAQ:TSLA) cedia 0,6%.

Na frente econômica, os pedidos bens duráveis e a inflação para o produtor serão divulgados às 9h30.

Em relação à commodities, os contratos futuros do ouro subiam 0,8% para US$ 1.308,65 por onça-troy, enquanto os contratos do petróleo saltavam 1%, para US$ 57,48 por barril, devido a uma queda inesperada nos estoques dos EUA e uma revisão para baixo na produção este ano pelo governo.

índice dólar, que mede sua força em comparação com a cesta das seis principais moedas, caía 0,04% para 96.863.

Leia mais sobre: EUA, Mercados, Wall Street

Última atualização por Gustavo Kahil - 13/03/2019 - 9:41