Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

EUA: Índice Dow Jones Industrial Average avança 0,10%

15/07/2019 - 18:40
O melhor desempenho da sessão no Índice Dow Jones Industrial Average veio das ações da Dow In (Imagem: Pixabay)

Por Investing.com

As ações fecharam em alta no pregão de segunda-feira, com ganhos nos setores de Materiais básicosTelecomunicações e Serviços públicos, levando as ações a uma alta.

No encerramento em Nova York, o Índice Dow Jones Industrial Average avançou 0,10%, alcançando novo nível recorde máximo histórico, enquanto o Índice S&P 500subiu 0,02%, e o Índice NASDAQ Composite avançou 0,17%.

O melhor desempenho da sessão no Índice Dow Jones Industrial Average veio das ações da Dow Inc (NYSE:DOW), que subiram 2,43%, o que corresponde a 1,21 pontos, sendo negociadas a 50,92 no fechamento do pregão. Enquanto isso, as ações da Merck & Company Inc (NYSE:MRK) adicionaram 1,53%, ou 1,22 pontos, terminando o dia em 80,95, e as da Apple Inc (NASDAQ:AAPL), que avançaram 0,94%, ou 1,91 pontos, no final das operações com 205,21.

O pior desempenho da sessão foi das ações da JPMorgan Chase & Co (NYSE:JPM), que caiu 1,23% ou 1,42 pontos, com os papéis sendo negociados a 113,88 em seu fechamento. Goldman Sachs Group Inc (NYSE:GS) recuou 1,12%, ou 2,40 pontos, terminando em 211,54, e Boeing Co (NYSE:BA) diminuiu 1,01%, ou 3,70 pontos, para 361,63.

Já as principais empresas que tiveram o melhor desempenho no índice S&P 500 foram CF Industries Holdings Inc (NYSE:CF), cujas ações subiram 3,66%, para 47,86, Advanced Micro Devices Inc (NASDAQ:AMD) subiu 3,55% para terminar em 34,39, e Wynn Resorts Limited (NASDAQ:WYNN), que ganhou 2,90% para encerrar em 137,77.

Os piores desempenhos vieram de Symantec Corporation (NASDAQ:SYMC), que recuou 10,68% para 22,84 no final das operações. Em seguida, a empresa Pacific Gas & Electric Co (NYSE:PCG), que perdeu 8,66% e terminou em 17,72, e, por fim, a Chesapeake Energy Corporation (NYSE:CHK) que encerrou com recuo de 5,18%, para 1,830 no fechamento.

Já as principais empresas que tiveram o melhor desempenho no índice NASDAQ Composite foram Capricor Therapeutics Inc (NASDAQ:CAPR), cujas ações subiram 93,48%, para 6,2300, American Electric Technologies Inc (NASDAQ:AETI) subiu 35,29% para terminar em 1,380, e Taronis Technologies Inc (NASDAQ:TRNX), que ganhou 33,30% para encerrar em 0,350.

Os piores desempenhos vieram de FuelCell Energy Inc (NASDAQ:FCEL), que recuou 47,18% para 0,383 no final das operações. Em seguida, a empresa Yogaworks Inc(NASDAQ:YOGA), que perdeu 26,15% e terminou em 0,48, e, por fim, a Farmmi Inc (NASDAQ:FAMI) que encerrou com recuo de 20,00%, para 1,3600 no fechamento.

As ações em queda superaram os papéis com resultados positivos na Bolsa de valores de Nova York com uma diferença de 1589 a 1417, enquanto 18 terminaram sem alterações; já na NASDAQ, 1403 caíram contra 1226 que avançaram, enquanto 117 encerraram a sessão sem alterações.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

As ações da Advanced Micro Devices Inc (NASDAQ:AMD) avançaram, alcançando seu máximo de 5 anos; subindo 3,55%, ou 1,18, para 34,39. As ações da Farmmi Inc (NASDAQ:FAMI) recuaram, alcançando seu mínimo histórico; caindo 20,00%, ou 0,3400, para 1,3600.

CBOE Volatility Index, que mede a volatilidade implícita das opções do índice S&P 500, acrescentou 2,34%, para 12.68.

Os contratos futuros de ouro para entrega em agosto, subiram 0,26%, ou 3,70, para $1.415,90 por onça troy. Em outras commodities, petróleo para entrega em agosto, recuou 1,44%, ou 0,87, para atingir $59,34 por barril, enquanto os futuros de petróleo brent para entrega em setembro, recuaram 0,03%, ou 0,02, negociados a $66,20 por barril.

O par EUR/USD subiu 0,02% para 1,1259, enquanto o par USD/JPY manteve-se inalterado a 0,00%, para 107,90.

O Índice Dólar Futuros, por sua vez, diminuiu 0,15% em 96,567.

Leia mais sobre: Dow Jones, EUA, Internacional, Mercados

Última atualização por Vitória Fernandes - 15/07/2019 - 18:40