Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

EUA: Futuros do Nasdaq caem enquanto empresas de tecnologia boicotam Huawei

Investing.com Brasil - 20/05/2019 - 8:59
Mercados
Guerra comercial impacta nos futuros das bolsas do EUA(Imagem: Pixabay)

Por Investing.com

Os futuros dos EUA caíam nesta segunda-feira, depois que o Google (NASDAQ:GOOGL) e outras empresas de tecnologia pararam de vender para a gigante de telecomunicações chinesa Huawei devido a uma ordem executiva na semana passada que efetivamente baniu a empresa do mercado americano e forçou todos as empresas do paía a requerer licenças para negociar com ela.

A Google suspendeu o licenciamento de software Android para smartphones da Huawei, enquanto a Qualcomm (NASDAQ:QCOM) e outras empresas de semicondutores pararam as remessas de hardware em um efeito de onda em toda a indústria.

Continua depois da publicidade

O índice de tecnologia de futuros do Nasdaq 100 apontava para uma queda de 76 pontos ou 1% às 7h40, enquanto o Dow futures caía 82 pontos ou 0,3% e futuros do S&P 500 caía 12 pontos ou 0,4%.

Exclusivo! Cadastre-se para receber um dia antes a Carteira Money Times - O Consenso do Mercado

A Apple (NASDAQ:AAPL) caía 2% nos noticiários com as notícias, enquanto os fabricantes de chips AMD e Micron (NASDAQ:MU) caíram 2,4% e 3%, respectivamente. A Intel (NASDAQ:INTC) perdia 1,9%, e a Microsoft (NASDAQ:MSFT) caía 0,8%.

A Boeing (NYSE:BA) caía 0,7% depois de admitir que havia falhas no simulador do 737 Max 8 usado para treinar pilotos. A Boeing descobriu que não poderia replicar com precisão as condições que causaram dois acidentes fatais envolvendo o modelo da aeronave.

A Tesla (NASDAQ:TSLA) continuou seu declínio, caindo 4,5% após um relatório divulgado na sexta-feira dizer que a empresa cortará os custos ainda mais para não desperdiçar o capital levantado no início deste mês. O relatório levantou novas dúvidas sobre a capacidade da Tesla de se tornar financeiramente autossuficiente.

Tesla
A tesla teve queda de 4,5% nesta manha de segunda-feira

Em outros lugares, a empresa de tecnologia financeira Qudian (NYSE: QD) subia 6% após fortes ganhos, enquanto a Target (NYSE:TGT) subia 1,3% após sua coleção limitada Vineyard Vines ser vendida em uma hora de lançamento.

Em relação à commodities, o petróleo bruto subia 0,2%, para US$ 63,05 o barril, em meio a sinais da Arábia Saudita e a Rússia se afastam da possibilidade de manter os barris fora do mercado quando o acordo atual sobre a retenção de produtos expirar no final de junho. Os contratos futuros de ouro recuavam 0,09% para US$ 1.279,75 a onça troy. O índice dólar, que mede a força da moeda frente a uma cesta ponderada de seis principais divisas, permanecia estável em 97,817.

Money Times no Messenger!
Notícias selecionadas para você