Últimas Notícias Tesouro Direto Nova Previdência Cotações Comprar ou Vender Cripto
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

EUA: Futuros de Wall Street em baixa com dados de varejo e estoque de petróleo no radar

Investing.com Brasil - 15/05/2019 - 8:52
Mercados
Grande parte dos índices registram baixa nesta quarta-feira (Imagem: Pixabay)

Por Investing.com

Os futuros de ações dos EUA deverão abrir em baixa nesta quarta-feira, após dados econômicos decepcionantes da China terem intensificado o pessimismo em relação ao crescimento da economia global em meio à escalada da disputa entre EUA e China.

O blue-chip futuros do Dow caía 78 pontos, ou 0,3% às 8h50, enquanto o futuro do S&P 500 perdia 7,63 pontos, ou 0,28% e o futuro do Nasdaq 100 recuava 18,62 pontos, ou 0,25%.

Continua depois da publicidade

As negociações em Wall Street terminaram em um tom de recuperação na terça-feira, mas sem a força da abertura, já que as preocupações com a escalada da guerra comercial entre os EUA e a China se mantêm no radar.

Exclusivo! Cadastre-se para receber um dia antes a Carteira Money Times - O Consenso do Mercado

O presidente dos EUA, Donald Trump, negou que as negociações entre os dois lados tenham sido interrompidas. “Nós temos um diálogo em andamento. Isso sempre continuará”, disse Trump, que já anunciou planos para se encontrar com o presidente chinês, Xi Jinping, na cúpula do G20 no final do próximo mês.

Especulações de que o Federal Reserve poderia cortar as taxas de juros para compensar alguma fraqueza na economia ficaram mais fracas na terça-feira depois que os presidentes do Fed de Nova York, John Williams, e de Kansas City, Esther George, ambos rejeitaram a possibilidade. Williams destacou que os aumentos tarifários cobrados pelos EUA tenderiam a aumentar a inflação.

As especulações de que o Federal Reserve cortaria as taxas de juros diminuíram

O número de abril de vendas no varejo será conhecido às 11h30 e a expectativa é de uma leve alta. Os dados da indústria pelo Empire State de maio serão divulgados no mesmo horário e serão seguidos por relatórios sobre produção industrial e estoque.

No pré-mercado, a gigante chinesa de tecnologia Alibaba (NYSE: BABA) subia 3,8% depois de divulgar balanços com números acima consenso. Nas últimas semanas, a empresa perdeu quase 10% com o aumento da guerra comercial. Tilray (NASDAQTLRY) também é negociado com ganhos de 4,6% após bons números trimestrais.

A Macy’s (NYSE: M) deverá publicar seu balanço antes da abertura e a Cisco (NASDAQ: CSCO) está entre os nomes que reportam após fechamento.

No mercado de moedas, o índice dólar, que mede a força da divisa contra seis moedas, era negociado com estabilidade em 97,347 às 8h20, enquanto o rendimento dos títulos do Tesouro dos EUA de 10 anos operavam a 2,40%, também estável.

Em commodities, futuros de ouro subiam US$ 2,15, ou 0,2%, para US $ 1.298,45 a onça troy, enquanto petróleo era vendido com perdas de US$ 0,62, ou 1,0%, a US$ 61,16 o barril, perto da mínima do intraday, com previsões da AIE de um mercado mais apertado não animando os investidores, que aguardam dados de estoques.

Money Times no Messenger!
Notícias selecionadas para você