Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

BR Properties: Nova aquisição pode ser bem recompensada, avalia Credit Suisse

Gustavo Kahil - 13/03/2019 - 9:19
BR Properties
“Vemos uma probabilidade muito maior de um mercado de escritórios de SP em expansão nos próximos anos”, diz o Credit Suisse (Imagem: Divulgação)

A recente aquisição da BR Properties (BRPR3) pode ser bem recompensada, avalia o Credit Suisse em um relatório enviado a clientes nesta quarta-feira (13). A empresa anunciou a compra do imóvel comercial em desenvolvimento “Torre Corporativa B1 – Aroeira”, com área bruta locável de 45.677,89 m², localizado no empreendimento imobiliário “Condomínio Parque da Cidade”, em São Paulo. O preço total é de R$ 596 milhões.

“A transação faz sentido para potencialmente aumentar a presença no mercado de escritórios de SP, ao mesmo tempo em que impede um aumento na alavancagem em um momento em que a vacância da empresa está próxima de seu pico”, avaliam os analistas Luis Stacchini, João Dutra e Vanessa Quiroga.

O banco pontua que a conclusão final sobre se o valor pago foi alto ou não dependerá do quanto estará o preço do aluguel no momento da conclusão do projeto. Sob os atuais níveis de aluguel (mesmo sob os maiores aluguéis prevalecentes na região), não parece óbvio encontrar um grande potencial de alta, explicam.

Continua depois da publicidade

“Ainda assim, acreditamos que essa decisão poderia ser bem recompensada se, de fato, vermos uma forte melhora nas condições de preço e/ou menor custo de capital (cap rate compression) até o final de 2021. Tendo em vista a pequena desvantagem de se afastar do negócio (menos de 1% do valor de mercado) e tendo em conta a atual situação de alavancagem da empresa, tendemos a gostar deste negócio, pois vemos uma probabilidade muito maior de um mercado de escritórios de SP em expansão nos próximos anos”, conclui a avaliação.

O banco tem recomendação underperform (desempenho abaixo da média do mercado), com preço-alvo de R$ 7,50.

Última atualização por Gustavo Kahil - 13/03/2019 - 17:06