Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

BofA Merrill Lynch: Reajuste da Petrobras confirma novo viés “mercado” após ataques na Arábia

Gustavo Kahil - 20/09/2019 - 14:20
A alta no preço ocorre após os ataques de drones à refinaria da Arábia Saudita no último sábado

O reajuste de preços do diesel e da gasolina aplicado pela Petrobras (PETR3; PETR4) após os ataques terroristas na Arábia Saudita confirma o viés pró-mercado da nova administração da estatal, avalia o Bank of America Merrill Lynch em um relatório enviado a clientes nesta sexta-feira (20).

A empresa afastou a incerteza quanto a uma intervenção do Palácio do Planalto na política de preço dos combustíveis da companhia e anunciou, na quarta-feira à noite, o aumento dos preços do diesel em 4,2% e da gasolina em 3,5% nas refinarias.

A alta no preço ocorre após os ataques de drones à refinaria da Arábia Saudita no último sábado, cujo desdobramento resultou na maior alta intradiária do petróleo na segunda-feira desde a Guerra do Golfo em 1991.

“Isso reforça que os preços da gasolina seguem os preços de mercado. Cerca de 40% do aumento no nível da refinaria deve ser repassado ao consumidor, sugerindo um impacto de cerca de 6 pontos-base na inflação”, avaliam David Beker e Ana Madeira, que assinam o relatório.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

(Com Reuters)

Última atualização por Gustavo Kahil - 20/09/2019 - 14:20