Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

B2W, Magazine Luiza e Via Varejo vão se beneficiar com reajuste de preços do Correios, avalia XP

Diana Cheng - 15/10/2019 - 10:15
Magazine Luiza
O Correios reajustou os preços dos serviços de postagem de encomendas entre 5,94% (serviço não expresso) e 9% (entrega rápida) (Imagem: REUTERS/Paulo Whitaker)

Os principais marketplaces brasileiros devem se beneficiar com o reajuste inesperado de preços do Correios, avaliou a XP Investimentos.

“A medida deve aumentar a competitividade de preços das empresas [B2W (BTOW3), Magazine Luiza (MGLU3) e Via Varejo (VVAR3)] em relação ao setor, principalmente nas datas comemorativas de fim de ano, como Black Friday e Natal”, disse a corretora, que estimou uma exposição limitada de 10 a 15% do total de vendas das companhias ao Correios.

A XP ressaltou que o MercadoLibre, atualmente a maior plataforma de e-commerce do país, tem exposição próxima de 80%, portanto, deve sentir maior impacto com a mudança de preços.

A recomendação para a B2W é de compra, com preço-alvo a R$ 58 e potencial de valorização de 7,41%. Para os papéis do Magazine Luiza, a recomendação é neutra, com preço-alvo de R$ 39 e desvalorização a médio prazo de 7,52%. Por fim, a corretora recomenda compra para as ações da Via Varejo, com preço-alvo em R$ 8,60 e potencial de valorização de 10,54%.

Reajuste de 9%

A notícia ainda é incerta. De acordo com a matéria publicada pelo Valor Econômico, o Correios reajustou os preços dos serviços de postagem de encomendas entre 5,94% (serviço não expresso) e 9% (entrega rápida).

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

Caso confirmado, o reajuste será o segundo realizado pelo Correios no ano. Em março, a empresa anunciou um aumento de 8,03% nas tarifas.

A Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) disse que irá à Justiça contra o aumento.

Última atualização por Diana Cheng - 15/10/2019 - 18:24