Últimas Notícias Nova Previdência Cotações Comprar ou Vender Criptomoedas Empresas
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Ação da Movida está descontada, avalia Banco Safra

Gustavo Kahil - 14/03/2019 - 15:26
Loja da Movida
(Imagem: Money Times)

O Banco Safra elevou o preço-alvo para as ações da Movida (MOVI3) de R$ 9 a R$ 14,50, mostra um relatório enviado a clientes e assinado por Lucas Marquiori. O analista incorporou os últimos resultados reportados, bem como atualizou as premissas macroeconômicas e setoriais. O valor corresponde a um potencial de valorização de aproximadamente 25%. A recomendação é de compra (outperform).

Carteira Money Times: O Consenso do Mercado na sua Mão

O analista argumenta que os papeis negociam a um desconto me relação à concorrente Localiza (RENT3).

O documento explica que o setor de aluguel de carros continua atraente no Brasil, oferecendo oportunidades de crescimento em todos os segmentos, o que está permitindo que as empresas selecionem os produtos de rentabilidade superiores.

“O crescimento do setor continua a ser impulsionado por mudanças culturais contínuas e preços cada vez mais acessíveis no RAC (Rent a Car), bem como uma penetração gradativamente maior nos negócios da frota”, indica Marquiori.

Ele reconhece, no entanto, que a empresa se beneficiou menos do que seus pares desse crescimento em 2018, pois estava focada em fortalecer seu processo interno que estava causando preocupações desde meados de 2017.

“Agora vemos a empresa oferecendo uma eficiência operacional muito melhor, que se refletirá nos resultados da empresa no futuro”, indica.

Na área de Seminovos, que continua concentrando grande parte da atenção dos investidores, o Safra assume um ritmo de recuperação gradual, pois o mercado de carros usados ​​continua desafiador no Brasil, “embora acreditemos que a empresa possa nos surpreender positivamente em tal velocidade”, diz.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Prosul será “um fórum sem ideologias”, defende Piñera