Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Expert 2019: Gestores se surpreendem positivamente com Bolsonaro; mantêm cautela com Previdência

Investing.com Brasil - 05/07/2019 - 19:27
Bolsonaro
“Existem dúvidas sobre a execução do governo e isso é natural. Porém, se observarmos, na realidade aprovar uma reforma de R$ 1 trilhão já no primeiro semestre é improvável”, apontou Karel Luketic (Imagem: Antonio Cruz/Agência Brasil)

Por Caio Rinaldi/Investing.com

Com pouco mais de seis meses de duração, o governo de Jair Bolsonaro vem surpreendendo positivamente gestores de grandes fundos de investimento no país. As avaliações foram apresentadas na Expert XP 2019, realizado pela XP Investimentos e com patrocínio do Investing.com.

Em debate conduzido pelo estrategista-chefe da XP Investimentos, Karel Luketic, o gestor Alexandre Silvério, da AZ Quest, reconhece que existem dúvidas sobre a capacidade do governo em emplacar uma boa reforma da Previdência, mas pondera que já é possível perceber avanços.

“Existem dúvidas sobre a execução do governo e isso é natural. Porém, se observarmos, na realidade aprovar uma reforma de R$ 1 trilhão já no primeiro semestre é improvável”, apontou. “Está surpreendendo pelo fato de ser uma nova realidade, um novo estilo de governo, o que acaba impondo algumas dificuldades.”

Já para Fábio Spinola, da Apex Capital, “o mix de política econômica do governo Bolsonaro é muito melhor do que era na gestão passada”. “Tenho um otimismo com Brasil já neste ano, mas é condicionado à aprovação da reforma da Previdência. A Previdência é um fator para destravar o crescimento capenga que temos à frente”, declarou.

“O BC foi muito claro na última ata ao dizer que pode passar a cortar os juros com a aprovação da Previdência”, lembrou Spinola.

Para o gestor João Braga, da XP, o impacto de curto prazo da reforma da Previdência pode não ser tão significativo quanto o que vem sendo anunciado. “Ainda assim, estou bem otimista. Os juros vão ficar baixos por um tempo maior do que geralmente acontece, já que estamos distantes dos gargalos [que impõem uma elevação dos juros]”, explicou.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Silvério ainda destacou o momento “único” para o país atingir um crescimento sustentável. “É uma situação nunca vista nos últimos 25 anos. As empresas estão com nível saudável de alavancagem financeira operacional, os juros estão baixos. O crescimento nos próximos anos deve ser sustentado, em torno de 2,5% ao ano, com empresas extremamente bem posicionadas”, pontuou.

Última atualização por Vitória Fernandes - 05/07/2019 - 19:27