Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Embraer dispara 9% com aval do governo para venda

Investing.com Brasil - 11/01/2019 - 11:05
(Wikimedia Commons)

Por Investing.com – As ações da Embraer (EMBR3) operam com forte alta de 9,6% a R$ 22,95, no início da sessão desta sexta-feira na bolsa paulista. O mercado repercute a decisão do governo brasileiro de não exercer seu poder de veto, abrindo caminho para a aliança de US$ 5,3 bilhões com a norte-americana Boeing.

Chegou o Pré-Market Money Times! CADASTRE AGORA e Receba antes do mercado

Após reunião com representantes de vários ministérios, o presidente Jair Bolsonaro disse que a União não se oporá à aliança, alegando ter ficado claro que a soberania e os interesses do país serão preservados.

Embora tenha uma participação minoritária na empresa, o governo brasileiro detém uma golden share, mecanismo que lhe dá o direito de vetar decisões importantes envolvendo a Embraer.

Continua depois da publicidade

Em comunicado, a Embraer afirmou que a operação só será consumada após ratificação pelo Conselho de Administração da companhia, de aprovação de acionistas em assembleia geral extraordinária e de autoridades concorrenciais brasileiras, dos Estados Unidos e de outras jurisdições aplicáveis.

Para o BTG Pactual (BPAC11), é uma boa notícia, pois é um marco importante e porque alguns investidores ficaram preocupados, mais recentemente, com comentários sugerindo que o governo poderia exigir mudanças em alguns aspectos. do acordo.

A equipe do banco vê a companhia muito perto da monetização pós-impostos de sua divisão de Aviação Comercial (US $ 3 bilhões pós-impostos para a opção de 80% + US $ 1 bilhão), atribuindo menos de US $ 100 milhões de valor de patrimônio líquido implícito.

Acreditando na conclusão do acordo, o BTG acredita que o preço-alvo da ADR é de US$ 30,00, com a compra sendo reiterda.

Continua depois da publicidade

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Para a Suno Research, em se tratando do operacional da Embraer, apesar de ser uma gigante brasileira com participação mundial no mercado de aeronaves, os resultados da companhia não apresentam uma consistência e uma previsibilidade que gosta de constatar em negócios que atuam em segmentos perenes e com maior recorrência de receitas.

Os analistas destacam que, obviamente os números de entrega no 3º trimestre do ano da Embraer podem significar a possibilidade da manutenção de um mercado bastante ativo para a empresa no médio prazo, porém eles entendem que esse fator em nada altera o modelo operacional da Embraer em sua essência.

Dessa forma, mesmo sendo a companhia um orgulho nacional, a equipe acha mais prudente seguir de fora da Embraer por não nos sentir atraída por empresas com dívidas consideráveis e pouca solidez nos resultados.

Continua depois da publicidade

Última atualização por Gustavo Kahil - 11/01/2019 - 11:13