Últimas Notícias Tesouro Direto Nova Previdência Cotações Comprar ou Vender Cripto
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Economia chinesa perdeu força antes do aumento de novas tarifas; Mercado nem ligou

Gustavo Kahil - 15/05/2019 - 6:28
China
As vendas no varejo cresceram 7,2%, contra 8,6% esperados (Imagem: Pixabay)

A economia chinesa perdeu força em abril, antes do aumento para 25% das tarifas de importação impostas pelos EUA, revelam dados publicados sobre o país nesta quarta-feira (15). Ainda assim, os principais índices de ações da Ásia subiram, com o mercado analisando a possibilidade de novos estímulos para aquecer a economia da China.

Trump pede que BC corte juro para país vencer guerra comercial com a China

O índice Shangai avançou 1,91%, enquanto o de Shenzen cresceu 2,33%. No Japão, o Nikkei se elevou em 0,58%. O Hang Seng subiu 0,52%.

Continua depois da publicidade

Os números publicados revelam que a produção industrial, as vendas no varejo e o investimento abrandaram mais do que os economistas previam. O setor estatal continuou a impulsionar o investimento, enquanto os negócios privados diminuíram, e o crescimento do investimento na indústria chegou ao ritmo mais lento dos dados desde 2004.

A produção industrial subiu 5,4% em abril (ano a ano), contra as estimativas de 6,5% e o avanço de 8,5% em março. As vendas no varejo cresceram 7,2% em abril (ano a ano), contra 8,6% esperados e 8,7% de março. O investimento em ativos fixos, no ano, subiram 6,1% em abril, contra 6,4% projetados e 6,3% em março. Os números de expectativas foram colhidos pela Bloomberg.

Money Times no Messenger!
Notícias selecionadas para você