Últimas Notícias Cotações Governo Bolsonaro Comprar ou Vender Empresas Economia
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Economatica: fundos de ações têm 10% dos recursos em renda fixa

Investing.com Brasil - 11/10/2018 - 17:12

Por Investing.com – Em estudo divulgado nesta sexta-feira, a Economatica aponta que os fundos de ações têm 10% de seus recursos alocados em investimentos de renda fixa. O levantamento da consultoria consolida todas as carteiras, mês a mês, dos fundos de ações entre janeiro de 2015 e setembro de 2018.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

O estudo mostra que o maior de alocação e renda fixa no período analisado foi no mês de dezembro de 2015, quando a posição em renda fixa era de 16,9% do total do patrimônio. Nessa mesma data os fundos de ações setoriais alocavam 27,56% em renda fixa e os fundos de ações livre 20,27%.

Já a posição mais baixa em renda fixa se registrou no mês de julho de 2018 com 9,3% do patrimônio em renda fixa. Em setembro de 2018 o volume alocado em renda fixa pelos fundos de ações é de 10,3% do patrimônio, que é o terceiro menor valor do levantamento efetuado pela Economatica desde janeiro de 2015.

Em relação à distribuição da renda fixa nos fundos, por tipo de ativo, a pesquisa da Economatica apontou que em junho de 2017 a alocação em títulos públicos e em operações compromissadas foi praticamente a mesma, próximos de 48%.

A partir de junho de 2017 a alocação dos fundos de ações em renda fixa ficou maior no tipo de instrumento Operações compromissadas.

As debêntures têm a terceira maior posição em renda fixa. Em setembro de 2018 registram 3,0% do total da carteira em renda fixa dos fundos de ações. Já os depósitos a prazo de instituições financeiras detêm 0,13% do total alocado em renda fixa.

A amostra total conta com 243 gestoras que têm 725 fundos que atendem aos critérios metodológicos da Economatica. Dessas, 31 gestoras têm mais de cinco fundos dentro das características definidas na metodologia.

Seis fundos consolidados da Athena Capital Gestão de Recursos Ltda. lideram a lista de alocação em renda fixa com 26,8% do patrimônio consolidado.

O gestor com maior patrimônio da tabela é o Itaú Unibanco S.A. com 33 fundos e patrimônio de R$ 6,64 bilhões, dos quais 5,57% estão com posição em renda fixa.

Já a BRAM Bradesco (BBDC4) Asset Management SA Dtvm é a gestora com maior número de fundos da amostra com 49 fundos e tem 4,67% do patrimônio total alocado em renda fixa.

Já os fundos de ações setoriais são os que têm maior percentual de alocação em renda fixa com 21,76% do patrimônio, seguidos pelos fundos de Ações livre com 11,72%. Cinco classificações das oito da amostra têm menos de 10% de alocação em renda fixa

Metodologia

Para o estudo, a Economatica adotou como metodologia analisar os fundos de ações pela classificação da ANBIMA. Foram considerados somente os fundos com alocação em outros fundos menor do 50% do patrimônio. Além disso, entraram no levantamento os fundos que tenham registrado valor de patrimônio em pelo menos um dia dentro do mês analisado.

Os fundos que atualmente estão encerrados entraram na amostra durante o período que estiveram presentes. O percentual de alocação em renda fixa foi calculado com base no patrimônio total de cada fundo. A Economatica verificou a posição indireta em renda fixa através da abertura dos fundos que estão alocados nas carteiras. Podem existir pequenas posições escondidas nos últimos três meses em fundos que ainda não abriram suas carteiras.

Devido à metodologia descrita, a amostra tem quantidade de fundos variável no tempo.