Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Dividendos: Economatica aponta as potenciais melhores pagadoras em 2019

Investing.com Brasil - 02/01/2019 - 14:45
(ABR/Agência Brasil)

Por Investing.com – Como o início de um novo ano, a Economatica divulgou estudo apontando quais são as companhias que são candidatas a serem boas pagadoras de dividendos e juros sobre capital próprio (JCP) em 2019.

Fique preparado para 2019 com as melhores recomendações de investimentos

Para isso, o estudo leva em consideração as ações com Dividend Yield superior a 6% projetado para o ano de 2019, com base nos critérios estabelecido pela consultoria. Na lista com 23 ações que estão dentro da metodologia, destaque para ações de dois segmentos da Bovespa, o de Bancos com cinco ações e o setor de Energia Elétrica com quatro ações. Outros 14 segmentos têm uma ação cada uma.

Continua depois da publicidade

A ação com melhor Dividend Yield projetado é o da Transmissão Paulista PN (TRPL4). O lucro no ano de 2017 da empresa foi de R$ 1,36 bilhões e nos nove meses de 2018 a empresa registra R$ 1,17 bilhões, que é equivalente a 86% do lucro de 2017. A ação no ano de 2018 remunerou o seu acionista com dividendos e JCP’s em 18,78% de Dividend Yield.

Considerando que a empresa no ano de 2018 registre lucro igual ou superior ao de 2017 e que mantenha a política de distribuição de dividendos em 2019 equivalente ao de 2018, o Dividend Yield projetado para o ano de 2019 é de 18,17%.

Entre as cinco ações com maior potencial de distribuição de dividendos e JCP´s no ano de 2019 estão três do setor de Energia Elétrica.

Confira a lista dos potenciais melhores pagadoras:

– Transmissão Paulista PN – 18,17%

QGEP (QGEP3) ON – 16,53%

TAESA UNIT (TAEE11) N2 – 11,81%

Engie Brasil ON – 10,51%

Telefônica Brasil (VIVT4) PN – 8,91%

MRV ON (MRVE3) – 8,33%

Fibria (FIBR3) ON – 8,13%

Porto Seguro (PSSA3) ON – 7,74%

Ecorodovias (ECOR3) ON – 7,70%

Itaúsa (ITSA4) PN – 7,36%

WIZ (WIZS3) ON – 7,30%

Metal Leve (LEVE3) ON – 7,14%

Copel (CPLE6) PNB – 7,14%

Itaú Unibanco (ITUB4) ON – 7,09%

Estácio (ESTC3) Part. ON – 6,98%

Ferbasa (FESA4) PN – 6,93%

Unipar (UNIP3) PNB – 6,91%

Duratex (DTEX3) ON – 6,70%

ABC Brasil PN (ABCB4) – 6,35%

Hypera (HYPE3) ON – 6,25%

Banrisul (BRSR6) PNB – 6,07%

Tupy (TUPY3) ON – 6,02%

– Itaú Unibanco PN – 6,00%

Desempenho em 2018

No início de 2018 a Economatica listou 16 ações com potencial de serem boas pagadoras de dividendos e JCP´s no ano de 2018, com volume médio diário superior a R$ 500 mil/dia e Dividend Yield projetado superior a 5%.

Das 16 ações listadas somente quatro não atingiram o Dividend Yield superior a 5% projetado. A ação que melhor remunerou entre as ações listadas foi a ação do BBSeguridade ON (BBE3), que teve o melhor desempenho com 11,22% de Dividend Yield.

A ação que era apontada com o maior Dividend Yield, Eztec ON (EZTC3), registrou o menor retorno ao acionista da lista com 2,06%.

Das 16 ações da lista, quatro ações registram desvalorização no ano de 2018, sendo a ação da Smiles ON (SMLS3) a que registra a maior queda com -39,31%.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Amostra 2019

Para a amostra foram consideradas as seguintes condições:

– Volume financeiro médio diário em 2018 superior a R$ 5,0 milhões/dia.

– Empresa registrou lucro no ano de 2017 e nos nove meses de 2018.

– Lucro dos nove meses de 2018 seja pelo menos 75% do lucro acumulado no ano de 2017. A empresa deverá atingir lucro no ano de 2018 igual ou superior ao do ano de 2017.

– Considera-se que a política de distribuição de dividendos e JCP´s da empresa no ano de 2019 seja equivalente ou superior à do ano de 2018.

– A ação tem que ter distribuído dividendos ou JCP´s no ano de 2018.

– O cálculo do Dividend Yield projetado para o final do ano de 2019 foi efetuado considerando o preço da ação no último dia de 2018 e o mesmo volume de dividendos e JCP´s distribuídos pela ação no ano de 2018.

Este levantamento considera metodologia 100% quantitativa, se recomenda análise mais detalhada das empresas, que o levantamento não considera, antes de efetuar qualquer investimento.

Última atualização por Gustavo Kahil - 02/01/2019 - 16:19