Últimas Notícias Cotações Governo Bolsonaro Comprar ou Vender Empresas Economia
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Dos 46 fundos DI e Curto Prazo mais populares, 39 perdem para a poupança no ano

Arena do Pavini - 17/07/2018 - 11:52

Por Arena do Pavini – Juros baixos, de 6,5% ao ano, e taxas de administração elevadas, de até 5,5% ao ano, tornam os fundos de renda fixa referenciados DI e de curto prazo (CP) destinados ao varejo menos rentáveis este ano em comparação a outras alternativas de investimento, como Tesouro Direto e a própria caderneta de poupança. Levantamento feito pelo Portal do Pavini com a ferramenta de fundos da Economática mostra que, entre 46 carteiras com mais de 20 mil cotistas, somente 7 conseguem empatar ou superar o ganho da poupança no ano.

Os dados mostram que há uma relação direta entre a taxa de administração e o desempenho do fundo: quanto menor a taxa cobrada pelo banco, melhor o rendimento da carteira. Os fundos que superam a caderneta são os com taxas de administração inferior a 1% ao ano.

Nem os remediados escapam

Chama a atenção que mesmo fundos DI destinados a clientes do chamado varejo de alta renda, (nem tão ricos a ponto de serem atendidos no private e nem tão pobres para ficarem jogados no varejo) que costuma ter assessoria financeira especializada e mais opções de investimentos, estão rendendo menos que a poupança.

O rendimento da poupança nova com vencimento no dia 1º de cada mês acumulado neste ano, até junho, está em 2,32% líquidos, de acordo com dados do Banco Central (BC). Esse ganho, sem imposto de renda, equivaleria a um rendimento de uma aplicação tributável de 2,90%. Descontando desse ganho bruto 20% de imposto (alíquota para seis meses a um ano de prazo de aplicação), o investidor teria então os mesmos 2,32% da poupança.

Estudo com 255 fundos 

E não são apenas os fundos populares que estão ficando para trás. Um estudo mais amplo, com 255 fundos Curto Prazo e DI com patrimônio acima de R$ 50 milhões, mostra que a maioria, ou 171 deles, renderam menos de 2,90% no ano até dia 30 de junho.

E há casos de fundos que rendem menos de 1% no ano, brutos.

Sem alternativa

É preciso levar em conta que muitas vezes não há alternativa para o dinheiro, já que os recursos não chegarão a completar os 30 ou 31 dias necessários para obter o rendimento das cadernetas. Além disso, os fundos oferecem liquidez diária, sem perda de rentabilidade se o investidor sacar antes da virada do mês, sendo ideais para aquele dinheiro que não se sabe quando vai ser necessário.

Comodidade ou prêmios

E há bancos que oferecem ainda a comodidade de aplicar automaticamente os recursos que ficam na conta, os chamados “raspa conta”. Esses são os mais “salgados” para o investidor, que em geral fica com menos do que o que o banco recebe pela gestão.

E há também os que oferecem prêmios, caso do Hiperfundo, do Bradesco, um dos maiores do mercado, mas que acumula rendimento 1,25% bruto no ano, equivalente a menos da metade do ganho da poupança. Claro que ganhar um carro compensaria de longe essa diferença, mas aí não se trata mais de investimento, mas de loteria.

Investidor distraído

Mas muitos investidores também não se preocupam muito em olhar o quanto pagam nessas carteiras, e acabam deixando nelas recursos que poderiam ser aplicados em outros fundos ou ativos financeiros mais rentáveis, como Tesouro Selic ou a própria poupança para recursos que virem o mês.

Há também corretoras que oferecem fundos mais baratos, delas mesmas ou de bancos menores. No caso, o cuidado é apenas verificar a carteira desses fundos, para ver se elas não têm papéis de maior risco do próprio banco ou de empresas ligadas, pois o Fundo Garantidor de Crédito (FGC) não cobre aplicações em fundos. Mas muitas vezes o próprio banco de varejo tem carteiras mais em conta que acabam ficando escondidas do investidor menos exigente.

E, com juros nominais tão baixos, é preciso garantir o máximo de retorno do dinheiro.

Confira abaixo os fundos DI e Curto Prazo populares por ordem de rentabilidade no ano, até 30 de junho.

Nome Gestora Cotistas Patrimônio Junho 2018 12 meses 24 meses Tx Adm
Santander Inteligente RF CP Santander 21.896 200.087 0,04 0,38 1,64 8,61 5,50
Santander Classic RF Ref DI Santander 71.324 648.039 0,08 0,63 2,17 9,81 5,00
BB RF LP 100 FICFI BB DTVM 420.329 11.916.046 0,20 1,25 3,40 12,35 3,80
Bradesco Ref DI Hiperfundo Bradesco 342.159 2.658.743 0,27 1,25 3,33 12,17 2,90
BB RF CP Automatico Fc BB DTVM 144.634 15.670.402 0,21 1,31 3,50 12,55 3,70
BB RF CP Estilo Fc FI BB DTVM 125.105 5.218.894 0,26 1,65 4,21 14,12 3,00
Sant FICFI Pre RF LP Santander 20.290 1.591.391 -0,09 1,66 7,18 23,66 1,00
Bradesco H RF Ref DI LP 50 Bradesco 22.297 225.622 0,28 1,72 4,30 14,39 2,50
Bradesco Simples Brilhante Bradesco 65.589 2.213.489 0,30 1,86 4,69 15,24 2,50
BB RF Ref DI Social 50 BB DTVM 21.240 669.008 0,30 1,86 4,74 15,41 2,60
BB RF CP 200 FICFI BB DTVM 211.029 6.575.005 0,30 1,90 4,72 15,24 2,50
BNB Automatico RF CP BNP Paribas 35.705 869.885 0,31 1,91 4,73 15,28 2,50
Itau RF Ref DI Super Itaú Unibanco 26.191 1.249.521 0,31 1,92 4,77 15,51 2,50
Bradesco RF Simples Onix Bradesco 186.158 1.491.206 0,34 2,10 5,18 16,30 2,00
BB RF Ref DI 500 Fc BB DTVM 76.309 2.159.528 0,35 2,15 5,36 16,84 2,00
Itau Uniclass RF Refer DI Itau Unibanco 29.361 718.344 0,35 2,16 5,29 16,64 2,00
BB RF 500 FICFI BB DTVM 454.850 16.565.329 0,35 2,17 5,33 16,79 2,00
Bradesco RF DI Topazio Bradesco 33.195 1.271.213 0,39 2,37 5,74 17,53 1,50
Caixa Giro Imediato DI LP Caixa 228.141 6.310.623 0,39 2,41 5,81 17,73 1,50
Itau Uniclass Premium DI Itaú Unibanco 67.348 3.695.724 0,40 2,47 5,92 18,06 1,40
Santander FICFI Master RF Santander 26.072 3.676.986 0,43 2,61 6,53 19,61 1,00
Bradesco RF DI Platinum Bradesco 34.259 4.059.716 0,43 2,63 6,27 18,73 1,00
Itau Uniclass RF Master Itaú Unibanco 25.812 3.995.876 0,43 2,65 6,37 19,16 1,00
BB RF CP 30 Mil Fc BB DTVM 100.083 11.146.293 0,43 2,66 6,30 18,76 1,00
BB RF Ref DI Plus Estilo BB DTVM 190.910 13.720.759 0,44 2,67 6,42 19,19 1,00
Uniclass DI Master Refer Itaú Unibanco 79.975 12.248.956 0,44 2,67 6,35 19,02 1,00
Itau Personnalite RF Maxime Itaú Unibanco 83.234 5.490.213 0,42 2,69 6,52 19,26 1,00
BB RF Ref DI LP 30 Mil BB DTVM 43.507 4.804.884 0,43 2,69 6,48 19,40 1,00
Santander Fc Master DI Santander 70.888 8.358.784 0,44 2,73 6,52 19,44 1,00
BB RF LP 30 Mil FICFI BB DTVM 67.305 8.423.614 0,43 2,73 6,54 19,47 1,00
BB RF LP Plus Estilo BB DTVM 36.480 2.874.677 0,43 2,73 6,54 19,46 1,00
Santander Priority RF DI Santander 25.252 6.405.762 0,45 2,79 6,70 19,99 0,90
Super Premium RF Prs Itaú Unibanco 53.405 5.896.683 0,44 2,81 6,79 19,86 0,75
Itau Person. RF DI Prem Itaú Unibanco 85.794 10.037.915 0,46 2,82 6,66 19,79 0,75
Caixa FIC Pleno RF DI LP Caixa 24.819 781.804 0,46 2,83 6,65 19,81 0,70
BB RF DI Premium Estilo BB DTVM 42.090 5.418.650 0,46 2,85 6,80 20,12 0,70
Bradesco Prime DI Plus Bradesco 37.195 6.325.547 0,46 2,85 6,93 20,41 0,70
BB RF LP Premium Estilo BB DTVM 28.955 4.073.523 0,44 2,86 6,91 20,34 0,90
Caixa Preferencial DI Caixa 34.902 2.991.867 0,47 2,88 6,76 20,05 0,60
BB RF Ref DI LP Mega BB DTVM 31.796 1.798.489 0,47 2,90 6,83 19,98 0,50
Itau Person. RF Excellence Itaú Unibanco 58.040 12.382.995 0,47 2,94 7,05 20,45 0,50
Itau Person Excellence DI Itaú Unibanco 80.643 17.094.355 0,48 2,95 6,93 20,38 0,50
BB RF DI LP Vip Estilo BB DTVM 69.687 18.121.246 0,48 2,95 7,02 20,60 0,50
Bradesco Ref DI Special Bradesco 52.791 33.042.713 0,48 2,96 7,14 20,89 0,50
BB RF LP Vip Estilo BB DTVM 49.559 14.780.619 0,48 2,98 7,07 20,66 0,50
Caixa FIC Premium DI Caixa 39.178 10.035.784 0,50 3,03 7,08 20,77 0,30

Fonte: Economática. Patrimônio em milhares de reais. Rentabilidade em porcentagem. Taxa de administração máxima em porcentagem ao ano.

Últimas Notícias