Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Donos da Stripe agora são os empresários mais ricos da Irlanda

25/09/2019 - 14:09
Stripe
Com o valuation mais recente da processadora de pagamentos on-line Stripe, John, 29 anos, e Patrick, 31, têm um patrimônio líquido estimado em US$ 4,2 bilhões cada (Imagem: David Paul Morris/Bloomberg)

John e Patrick Collison venderam sua primeira empresa por US$ 5 milhões quando ainda eram adolescentes. Agora, pouco mais de uma década depois, a segunda startup dos irmãos é avaliada em US$ 35 bilhões, o que os torna os empresários mais ricos da Irlanda.

Com o valuation mais recente da processadora de pagamentos on-line Stripe, John, 29 anos, e Patrick, 31, têm um patrimônio líquido estimado em US$ 4,2 bilhões cada, segundo cálculos do Índice de Bilionários Bloomberg, o suficiente para a inclusão no ranking de 500 membros. A Stripe não quis comentar.

Na quinta-feira, a Stripe, com sede em São Francisco, anunciou que havia captado US$ 250 milhões em sua última rodada de financiamento, um valuation de US$ 35 bilhões. As únicas startups dos Estados Unidos com valuations mais altas este ano são a gigante de vaping Juul Labs e a We Co., controladora da empresa de coworking WeWork.

Mas os valores dessas duas empresas agora são questionados. Um número crescente de doenças e mortes associadas ao vaping levou alguns governos a banir os produtos da Juul, e as estimativas de Wall Street para o valuation da We foram rebaixadas em meio ao escrutínio das práticas de governança pouco ortodoxas do cofundador Adam Neumann.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

A fortuna dos irmãos irlandeses supera a dos compatriotas Denis O’Brien, magnata das telecomunicações, e financista Dermot Desmond. O patrimônio dos Collisons se equipara ao dos empresários do Vale do Silício, como o cofundador do Uber, Travis Kalanick, e está acima da fortuna de Brian Chesky, do Airbnb, Evan Spiegel, da Snap, e Daniel Ek, do Spotify, de acordo com dados da Bloomberg.

Última atualização por Vitória Fernandes - 25/09/2019 - 14:09