Últimas Notícias Cotações Governo Bolsonaro Comprar ou Vender Empresas Economia
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Dólar dos EUA sobe à máxima de 14 meses em meio a tensões geopolíticas

Investing.com Brasil - 10/08/2018 - 13:53

Por Investing.com – O dólar norte-americano estava mais forte frente a outras moedas nesta sexta-feira, aproximando-se da máxima de 14 meses uma vez que as tensões políticas faziam com que o euro e a lira turca caíssem.

índice dólar, que mede a força da moeda frente a uma cesta ponderada de seis principais divisas, tinha alta de 0,61% e chegava a 96,04 às 11h46.

A lira turca caiu para a mínima histórica frente ao dólar depois que o presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou que dobraria as tarifas sobre o aço e o alumínio da Turquia. Os dois condados estão em uma disputa diplomática a respeito da detenção de um pastor americano na Turquia.

O presidente turco, Tayyip Erdogan, desconsiderou as preocupações, dizendo que eram apenas uma campanha contra a Turquia e pediu aos turcos que trocassem ouro e dólares por lira.

O par USD/TRY avançava 15,02% para 6,3444, não muito distante da máxima história de 6,6170 atingida ainda durante a sessão.

O rublo russo também foi estava mais fraco, com o par USD/RUB subindo 0,85% e negociado a 67,2560, seu nível mais baixo desde novembro de 2016, depois que os EUA impuseram novas sanções contra o Kremlin por sua suposta participação no envenenamento de um ex-espião britânico e sua filha no Reino Unido.

O dólar estava em baixa frente ao iene, considerado porto seguro, com o par USD/JPY recuando 0,27% para 110,77. Em momentos de incertezas, investidores tendem a investir no iene japonês, que é considerado um ativo seguro em períodos de aversão ao risco.

A lira turca e o rublo russo levavam o euro para baixo, com o par EUR/USD caindo 0,88% e atingindo a mínima de 14 meses de 1,1426. A libra também estava em baixa, com o par GBP/USD recuando 0,44% para 1,2770.

Enquanto isso, o dólar australiano estava em baixa, com o par AUD/USD caindo 0,88%, negociado a 0,7308, enquanto o par NZD/USD recuava 0,06% para 0,6609. O dólar canadense estava em baixa, com o par USD/CAD avançando 0,31% para 1,3088.

Leia mais sobre: Dólar, Economia, EUA, Internacional