Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Direcional reverte prejuízo e lucra R$ 25,9 milhões no trimestre; VGV é de R$ 562 milhões

Diana Cheng - 12/08/2019 - 18:39
A receita líquida apresentou crescimento de 38,2% na análise trimestral, passando de R$ 270,9 milhões para R$ 374,5 milhões

A Direcional (DIRR3) reverteu o prejuízo líquido do segundo trimestre de 2018 e finalizou o período de abril a junho de 2019 com lucro de R$ 25,9 milhões, de acordo com o balanço divulgado pela empresa nesta segunda-feira (12).

Na comparação semestral, o valor, negativado em R$ 11,8 milhões no primeiro semestre do ano passado, passou para um lucro de R$ 46,3 milhões neste ano.

A receita líquida apresentou crescimento de 38,2% na análise trimestral, passando de R$ 270,9 milhões para R$ 374,5 milhões. Já nos primeiros seis meses do ano, a alta apresentada foi de R$ 56,2%, tendo o valor fechado em R$ 723,3 milhões.

O Ebitda ajustado mais do que dobrou no segundo trimestre. O valor foi de R$ 22,1 milhões entre abril e junho de 2018 para R$ 58,5 milhões no mesmo período de 2019.

Na comparação semestral, o valor encerrou em R$ 118,9 milhões, aumento de 236% ante os primeiros seis meses de 2018.

A margem Ebitda cresceu 7,5 pontos percentuais na análise trimestral, fechando em 15,6%. No primeiro semestre, a margem foi de 16,4%.

O VGV (Valor Geral de Vendas) de lançamentos cresceu 53,5% no trimestre e atingiu R$ 562 milhões. Na comparação semestral, o valor subiu 12,6%, totalizando R$ 954,2 milhões.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

“A Direcional alcançou marcos históricos no segundo trimestre do ano de 2019: a geração de caixa de R$ 107 milhões; o maior lucro líquido desde o segundo trimestre de 2016; recorde de lançamentos de incorporação; e ROE anualizado de 8,2%”, destaca a construtora.

Ainda segundo a Direcional, a melhora dos resultados vem por conta da estratégia traçada pela companhia em concentrar o crescimento no segmento MCMV (Minha Casa, Minha Vida) Faixas 2 e 3.

Veja a seguir o balanço na íntegra:

Última atualização por Diana Cheng - 12/08/2019 - 18:42