Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Demanda por pessoas capacitadas em novas tecnologias deve aumentar, diz professor da FGV

Diana Cheng - 08/01/2019 - 16:45
(Marcelo Camargo/Agência Brasil/Agência Brasil)

Em 2019, as exigências no mercado de trabalho devem refletir o impacto que a tecnologia trouxe para o mundo contemporâneo. De acordo com André Miceli, coordenador do MBA de Marketing Digital da Fundação Getulio Vargas (FGV), as empresas devem estar à procura de profissionais com expertise em inteligência artificial, tecnologias imersivas, e-sports e blockchain.

Chegou o Pré-Market Money Times! CADASTRE AGORA e Receba antes do mercado

Miceli diz que, com a demanda por conhecimento nessas áreas, o mercado se encontrará em meio a um estranho paradoxo. “De um lado, pessoas sem emprego, em função do alto grau de substituição de mão de obra – dada à automação de atividades repetitivas – e, de outro, empresas com grandes dificuldades para preencher vagas que demandem maior formação técnica”, contextualiza o coordenador.

Continua depois da publicidade

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Para o professor da FGV, com pouca oferta de profissionais e o aumento da demanda por pessoas capacitadas, é possível que os salários aumentem e grandes oportunidades apareçam. Ele ainda explica que as novas técnicas de deep e machine learning irão possibilitar que bots façam o atendimento de call center de empresas, o que reduziria os custos. “Para que a inciativa funcione, serão necessários profissionais para treinar a retórica e os tipos de resposta desses algoritmos”, ressalta Miceli.

O coordenador também prevê que novas oportunidades serão abertas para arquitetos e engenheiros, já que, ao passo que a tecnologia vem se aperfeiçoando, as cidades sofrem modificações.

Miceli afirma que os consultores de comunicação especializados em empatia devem presenciar mudanças no mercado. “As marcas, de forma geral, ainda não sabem se comunicar, levando em consideração as mudanças sociais que se estabeleceram no mundo nos últimos anos”, diz o professor.

Leia mais sobre: Carreira, Emprego, FGV, Profissão, Tecnologia
Money Times no Messenger!
Notícias selecionadas para você