Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

CVC tem queda de mais de 2%; fundador admitiu pagamento de propina

Investing.com Brasil - 12/03/2019 - 13:42
Guilherme Paulus, fundador da companhia, confessou à Polícia Federal que pagou propina para livrar cobrança de R$ 161 milhões em impostos federais

Por Investing.com – As ações da CVC Brasil (CVCB3) operam com queda de 2,28% a R$ 56,97 na parte desta terça-feira, com a notícia de que Guilherme Paulus, fundador da companhia, confessou à Polícia Federal que pagou propina para livrar uma de suas empresas de uma cobrança de R$ 161 milhões em impostos federais.

Iochpe-Maxion: ações operam estáveis após lucro de R$ 76,67 milhões no trimestre

Este especialista listou os motivos pelos quais ele elegeu as 3 melhores empresas para investir neste ano… [leia mais]

Continua depois da publicidade

Em março do ano passado, o executivo deixou a presidência do conselho de administração da companhia, pouco antes de fazer a delação premiada. Atualmente, Paulus não participa do controle da operadora de viagens.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Com base na delação, a PF cumpriu nesta terça-feira 23 mandados de 23 mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão preventiva em cinco estados.

Paulus revelou que no no início de 2013 foi procurado pelo advogado Átila Reys Silva, investigado pela PF desde o ano passado por integrar um esquema de corrupção que envolveria fiscais da Receita Federal e integrantes do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf) para beneficiar empresas que devem tributos federais.

A operação de hoje, chamada de Checkout, é um desdobramento da Operação Descarte, que já teve duas fases: em março e em novembro do ano passado. Nessas investigações anteriores, os policiais apuraram a existência de uma quadrilha que recebia propina por meio de empresas de fachada para cancelar impostos devidos por grandes empresas.

Última atualização por Diana Cheng - 12/03/2019 - 13:42