Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Credit Suisse: Paralisação de planta da Vale terá impacto limitado no resultado

Valter Outeiro da Silveira - 18/06/2019 - 12:28
Paralisação deverá ter impacto limitado no Ebitda da mineradora (Divulgação: Luciano Kim/Vale)

Diante da informação da Vale (VALE3) sobre a suspensão das operações de níquel na planta de Onça Puma no Pará, o Credit Suisse publicou relatório avaliando a paralisação, além de listar sua recomendação para os papeis da maior mineradora do mundo.

Vale suspende operação em usina de Onça Puma

De acordo com os analistas Caio Ribeiro e Rafael Cunha, a suspensão tem impacto negativo na margem e, em termos operacionais, não deverá afetar os resultados da companhia, pois as vendas oriundas desta planta produtiva representam somente 10% do total de envios de níquel. Além disso, a divisão de metais básicos correspondeu a somente 15% do Ebitda (geração operacional de caixa) consolidado da Vale em 2018.

Continua depois da publicidade

Small Caps: Tudo o que você precisa saber

“Operacionalmente falando, o principal driver para lucros mais robustos em 2019 continua sendo os preços de minério de ferro, que devem ter média de US$ 96,00 por tonelada em 2019, suportado por menores estoques nos portos”, destacam os analistas Caio Ribeiro e Rafael Cunha.

Desempenho acima da média

O Credit Suisse mantém a recomendação outperform (desempenho acima da média do mercado) para as ADRs (American Depositary Receipts) da Vale, com preço-alvo de US$ 18,00 – o que equivale a um upside de 36% em relação ao último fechamento.

Leia mais sobre: Comprar ou vender?, Mineração, Vale

Última atualização por Valter Outeiro da Silveira - 18/06/2019 - 12:28