Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

CPI de Brumadinho ouve depoimento de funcionários da empresa Potamos

Agência Câmara - 20/05/2019 - 11:53
A convocação e funcionários da Potamos é essencial para o esclarecimento do que aconteceu nos meses e dias anteriores ao rompimento da barragem(Presidência da República/Divulgação)

A CPI de Brumadinho tem reunião marcada para esta terça-feira (21) para ouvir depoimentos e votar requerimentos. A reunião atende a requerimento dos deputado Rogério Correia (PT-MG) e Igor Timo (Pode-MG).

Correia explica que a empresa Potamos celebrou contrato com a Vale (VALE3) em 2017, juntamente com outras empresas consorciadas, como a TÜV SÜD, para a realização do Cálculo de Risco Monetizado de cerca de 12 barragens, entre as quais constava a barragem B1 da Mina de Córrego do Feijão.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

“Consta, contudo, que posteriormente houve divergências, além de aspectos financeiros, também quanto ao cálculo do fator de risco da Barragem B1 entre as empresas subcontratadas”, afirma.

O parlamentar entende que a convocação e funcionários da Potamos é essencial para o esclarecimento do que aconteceu nos meses e dias anteriores ao rompimento da barragem B1 da Mina de Córrego do Feijão.

“Também é preciso definir o conhecimento da situação da barragem entre os diferentes funcionários e níveis de decisão da empresa, a fim de estabelecer as respectivas responsabilidades”, acrescenta.

Serão ouvidos:
– o engenheiro da empresa Potamos, Fernando Alves Lima;
– o diretor da empresa Potamos, Rodrigo de Almeida Leite Barbosa
– a engenheira geotécnica vinculada à gerência de geotecnia da Vale, Cristina Heloiza da Silva Malheiros; e
– o gerente afastado da Vale, Alexandre de Paula Campanha.

A reunião será realizada às 14h30, no plenário 11.

Última atualização por Bruno Andrade - 20/05/2019 - 11:53