Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Comprem ações ligadas ao etanol, recomenda BTG Pactual

Valter Outeiro da Silveira - 16/09/2019 - 12:03
Analistas estão otimistas com ações do setor sucroalcooleiro (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O BTG Pactual está contente com o horizonte do setor sucroalcooleiro. “Retomamos nossa cobertura no segmento com uma dose mais forte de otimismo”, avaliam os analistas Thiago Duarte e Pedro Soares.

“Esperamos que o preço recente do etanol e a resiliência do consumo devam persistir, ao serem guiados pela paridade de preço favorável em relação à gasolina, com prospectos de longo prazo impulsionados pela RenovaBio”, afirma o BTG Pactual.

Vale destacar que a publicação do relatório não leva em conta ainda a mudança corrente no mercado de petróleo pelos ataques na Arábia Saudita, o que pode corroborar ainda mais no sentido de melhor paridade de preço na relação do etanol com a gasolina.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

Os analistas ressaltam que as ações do setor são negociadas em conjunto perto das mínimas históricas, aproximadamente 12% abaixo da média, o que representa “forte oportunidade de valor baseada nos preços históricos baixos do açúcar e prospectos razoáveis para o etanol”.

Otimismo reina

Para as companhias do setor sucroalcooleiro, os analistas recomendam compra tanto para as ações da São Martinho (SMTO3) quanto para os papeis da Cosan (CSAN3), com preços-alvo de R$ 25,00 e R$ 65,00 – respectivamente. Caso se materializem as projeções, os potenciais de valorização das empresas são de 32% e 19,2% – na mesma ordem.

Em relação à São Martinho, o BTG Pactual avalia que “a recente desvalorização das ações da companhia (de 6% desde o final de julho) como injusta, refletindo a baixa de 11% do açúcar e o aumento da percepção de risco nas commodities”.

Os analistas creem que a companhia deverá maximizar a produção de etanol, beneficiando-se da forte demanda no setor. “Vemos riscos somente do lado da alta”, pondera o banco, ao listar os projetos da RenovaBio como suporte ao “combo de crescimento e dividendos”.

Ação interessante

Por sua vez, para a Cosan, o BTG Pactual acredita que “é uma ação interessante para ter no portfólio para investidores que buscam exposição à recuperação macroeconômica do Brasil e potencialmente do mercado de açúcar”.

“Um portfólio diversificado, pautado por execução sólida, deve permitir à Cosan cumprir seu guidance anual mais uma vez (apesar da Argentina), e a valuation parece estar boa”, concluem os analistas.

Última atualização por Valter Outeiro da Silveira - 16/09/2019 - 12:03