Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Comediante lidera votação à presidência da Ucrânia

31/03/2019 - 19:21
O resultado é insuficiente para que Zelensky seja eleito e um segundo turno deve ser realizado em 21 de abril. (Divulgação/Facebook)

O comediante Volodymyr Zelensky deve ficar em primeiro lugar, com 30% dos votos, no primeiro turno da eleição presidencial na Ucrânia, realizada hoje(31). A informação é de uma pesquisa de boca de urna divulgada pela emissora de TV ucraniana 1+1 pouco depois do fechamento das urnas.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

O resultado é insuficiente para que Zelensky seja eleito e um segundo turno deve ser realizado em 21 de abril. De acordo com a mesma pesquisa, o atual presidente, Petro Poroshenko, deve ser o segundo colocado, com 18% dos votos e, portanto, disputar o segundo turno com Zelensky.

O órgão responsável por apurar os votos, em cédulas de papel, tem prazo até 13 de abril para realizar a contagem e divulgar o resultado oficial do primeiro turno.

Pela mesma pesquisa, a ex-primeira-ministra Yulia Tymoshenko deve receber pouco mais de 14% dos votos, ficando fora do segundo turno. Um total de 39 candidatos se apresentou nas eleições presidenciais.

Pelas regras o pleito no país, um candidato só é eleito em primeiro turno se obtiver mais de 50% dos votos, como ocorre no Brasil.

Esta é a primeira eleição presidencial da Ucrânia desde o pleito antecipado de maiode 2014, que foi motivado pela fuga para a Rússia do então presidente Viktor Yanukovych, diante dos protestos dos oposicionistas.

Correndo por fora, o humorista Volodymyr Zerensky é considerado um “azarão”. O ator, sem nenhuma experiência política anterior, apresenta shows de sátira e, curiosamente, é o protagonista de uma série em que representa um professor que se torna presidente do país.

Segundo análise da agência de notícias alemã Deutsche Welle, Zelensky aparece como uma alternativa de renovação, com apelo junto ao eleitorado jovem e discurso populista. Já Porosehnko é visto como a “velha política”, isto é, um representante das limitações das forças políticas que se alternaram no poder nas últimas gestões no país.

Com uma plataforma baseada no combate à corrupção e no diálogo com a Rússia para a resolução de conflitos no país, Zelensky conduz sua campanha sobretudo por meio da Internet.

*Com informações das agências públicas Deutsche Welle e Tass

Última atualização por - 31/03/2019 - 19:24