Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Com o repique das criptomoedas, XBT Provider lança derivativos de XRP e litecoin

Investing.com Brasil - 16/04/2019 - 14:21
Derivativos começaram a ser negociados dia 5 de abril (Imagem: Pixabay)

Por Tanzeel Akhtar/Investing.com

Com os mercados de criptomoedas retomando aos poucos uma parte da sua vitalidade, faz sentido que a sueca XBT Provider – que já listou produtos comercializados em bolsa (ETPs, na sigla em inglês) baseados em Bitcoin e Ether na Europa – tenha lançado recentemente mais outros dois ETPs na bolsa Nordic Growth Market, uma subsidiária da Börse Stuttgart. Os derivativos, um baseado em XRP (antigo Ripple) e o outro em Litecoin, começaram a ser negociados no dia 5 de abril.

No início do ano, a suíça Amun lançou um produto similar: o Amun Crypto Basket Index (SIX:HODL).

Continua depois da publicidade

Como declarar investimentos no IR? Baixe agora o nosso guia completo

Até agora, no total, a XBT Provider introduziu oito produtos desse tipo, todos disponíveis através de bolsas europeias. Mas, demanda desses derivativos tem sido robusta?

Depende da métrica utilizada. Os primeiros quatro lançamentos de ETPs ofereceram exposição a Bitcoin (BTC) e Ether (ETH), a primeira e a segunda criptomoedas mais populares por capitalização de mercado, respectivamente. A demanda desses produtos – a saber: Bitcoin Tracker One (ST:SE0007126024), Bitcoin Tracker EUR (ST:SE0007525332), Ether Tracker One (ST:SE0010296574) e Ether Tracker Euro (ST:SE0010296582) – tem sido estável.

De acordo com as estatísticas da XBT Provider, entre 1 de março de 2018 e 31 de março de 2019, o volume dos produtos de BTC foi de €833,6 milhões (US$ 942,93 milhões), enquanto o volume dos produtos de ETH foi de €567,5 milhões (US$ 641,93 milhões). Laurent Kssis, diretor executivo da XBT Provider by CoinShares, ao comentar sobre os números, afirmou que a demanda dos ETPs de BTC e ETH foi “saudável” no último ano, uma vez que os investidores operaram o equivalente a US$ 1,5 bilhão em ETPs de Ether e Bitcoin na NASDAQ Stockholm.

Durante esse mesmo período, o grupo registrou mais de US$ 90 milhões investidos em ETPs, cerca 60% desse valor em produtos baseados em ETH, e 40% em BTC. Segundo Kssis:

“O apoio que temos recebido dos investidores europeus, em especial dos nórdicos, mesmo diante de um mercado de criptoativos em baixa em 2018, nos faz acreditar que continuaremos vendo um volume saudável nos ETPs de Ether e Bitcoin, bem como nos novos ETPs de XRP e Litecoin.”

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

ETPs não são um barômetro de demanda geral

Os observadores do setor se mostram mais cautelosos em avaliar os resultados. Vaibhav Kadikar, fundador da CloseCross, uma plataforma de previsão de mercado descentralizada, afirma que fatores como: investidores em sua maioria jovens, o poder transformador da tecnologia subjacente das criptomoedas e os possíveis ganhos econômicos provenientes da exposição à classe de ativos, estão começando a ficar atraentes. Entretanto, ele afirma:

“Apesar de tudo isso, a demanda de ETPs, em geral, não deve ser vista como um barômetro da demanda geral das criptomoedas ou de qualquer ETF que venha a surgir no futuro. Apesar das suas vantagens, os investidores diretos em criptoativos e os investidores institucionais de ETFs podem não encontrar nos ETPs a solução que esperam.”

Mesmo assim, esses últimos lançamentos estão sendo encarados com otimismo.

Armin Schmid, CEO da Swiss Crypto Tokens, parte do Bitcoin Suisse Group, observa que as notícias de que os ETPs de XRP e LTC começaram a ser negociados no Nordic Growth Market é um passo positivo para fechar a lacuna existente entre os instrumentos financeiros tradicionais e o novo ambiente das criptomoedas.

“Diferentes opções de negociação são importantes para o crescimento do mercado, e os ETPs são mais uma alternativa de investimento tanto para investidores de ativos tradicionais quanto de criptoativos. A maior diversidade de instrumentos financeiros disponíveis no ambiente de criptofinanças é um indicador da nova fase de maturidade do setor.”

Em vista da recente decisão tomada pela Bolsa de Opções de Chicago (CBOE – Chicago Board Options Exchange) de suspender a negociação de futuros de Bitcoin, “ainda precisamos provar que esses novos produtos terão longevidade”, declarou Alex Mashinsky, fundador da Celsius Network.

É uma notícia otimista saber que há um interesse crescente por produtos e instrumentos financeiros complexos no criptomercado, afirmou Robert Viglione, presidente da Horizen, uma plataforma de tecnologia e criptomoedas voltada à privacidade, depois da suspensão da Cboe. “Esse lançamento também mostra a força e a resiliência dos criptomercados, bem como o desejo dos investidores de ter acesso a uma gama diversificada de ofertas de produtos”, concluiu.

Alguns veem inclusive implicações mais amplas. Jae Choi, CEO do site de financiamento coletivo Pledgecamp, acredita que o lançamento de ETPs indica que há interesse de uma ampla variedade de investidores. De escritórios familiares a investidores institucionais, há apetite para investir em criptomoedas, que agora são vistas mais como uma classe de ativos do que como uma aposta puramente especulativa, como aconteceu em 2017, assinala o executivo.

“Isso terá um efeito dominó em outros países e bolsas de valores, levando as empresas financeiras criarem produtos similares. Esse tipo de iniciativa dá ainda mais confiança para que governos, como o coreano, por exemplo, retirem sua proibição sobre as criptomoedas. A pressão compradora pode aumentar, o que está correlacionado a outra alta de mercado.”

Leia mais sobre: Criptomoedas, Litecoin, Opinião, XRP

Última atualização por Diana Cheng - 16/04/2019 - 14:21