Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Citi vê preços menores com normalização do mercado de minério de ferrro

07/11/2019 - 12:19
Minério de Ferro
Preços devem girar em torno de US$ 80 a tonelada no próximo ano, avalia o Citigroup (Imagem: Bloomberg)

O mercado global de minério de ferro voltará a um equilíbrio em 2020 com a normalização da produção dos maiores fornecedores depois de um ano tumultuado, marcado pela crise de oferta, aumento dos preços e retração, de acordo com o Citigroup, que espera cotações mais baixas para a commodity.

Os preços devem girar em torno de US$ 80 a tonelada no próximo ano, com a transição de um grande déficit para um equilíbrio atingido com a recuperação da oferta do Brasil, bem como o aumento da capacidade na Austrália, de acordo com Judy Su, associada sênior do Citi. Este ano, os preços spot são negociados, em média, a US$ 94 a tonelada, de acordo com a Mysteel Global.

O mercado global de minério de ferro teve um ano turbulento, com um déficit desencadeado pelo rompimento da barragem da Vale (VALE3) em janeiro seguido pelo mau tempo na Austrália, o que afetou ainda mais os embarques no momento em que a produção de aço da China estava em alta.

Mercado global de minério de ferro teve um ano turbulento, com um déficit desencadeado pelo rompimento da barragem da Vale em janeiro  (Imagem: Reuters/Washington Alves)

O minério de ferro chegou a a ser negociado muito acima de US$ 100 a tonelada, para o nível mais alto desde 2014. Bancos, incluindo o Morgan Stanley, dizem que os preços devem cair.

“O setor, em grande parte, está volta aos trilhos agora”, disse Su em e-mail. Juntamente com o aumento da oferta, a demanda global por aço também deve diminuir nos próximos anos, acompanhada pelo maior uso de sucata por siderúrgicas, acrescentou.

Em mais sinais de recuperação da oferta, a Vale disse que vai reativar outras operações. A Rio Tinto projeta que os embarques podem subir 5% em 2020, e a BHP estima que a produção anual deve crescer 6%. As três empresas são as maiores fornecedoras de minério de ferro.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

O mercado ainda tem alguma pressão por causa dos baixos estoques, e os preços podem permanecer voláteis “com as incertezas persistentes da oferta”, disse Su.

Outros bancos sinalizam preços mais baixos à medida que 2020 se aproxima. Há “uma possibilidade crescente de os preços do minério de ferro enfraquecerem até o final do ano”, disse em nota o Australia & New Zealand Banking Group, citando margens escassas das siderúrgicas e melhora das exportações da Austrália e do Brasil.

Rio Tinto projeta que os embarques podem subir 5% em 2020 (Imagem: Divulgação/Rio Tinto)

Siderúrgicas também mostram cautela quanto à perspectiva da demanda por produtos, a maioria dos quais feitos de minério de ferro. A ArcelorMittal, maior siderúrgica do mundo, disse na quinta-feira que espera redução da demanda nos EUA este ano, além de ter reduzido as previsões para a Europa e para a demanda global.

Última atualização por Lucas Simões - 07/11/2019 - 12:19