Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Charge: Série de dados ruins vai estragar a festa da queda de juros do Fed?

Investing.com Brasil - 16/07/2019 - 12:55
Temporadas de ganhos com os gigantes do setor bancário (Imagem:Investing.com)

Por Jesse Cohen/Investing.com

A temporada de ganhos do segundo trimestre dos EUA está em alta na terça-feira, com os gigantes do setor bancário JPMorgan Chase & Co (JPM), Goldman Sachs (GS) e Wells Fargo (WFC) divulgando seus resultados acima do esperado antes do sino de abertura.

Outros grandes nomes anunciados nesta manhã foram a Johnson & Johnson (JNJ) e a Domino’s Pizza Inc (DPZ), a United Continental Holdings (UAL) e a CSX (CSX) que devem relatar após o fechamento.

Olhando para o resto da semana, a quarta-feira verá Bank of America (BAC), Netflix (NFLX), IBM (IBM e eBay (EBAY) publicarem seus últimos resultados financeiros.

Continua depois da publicidade

A Microsoft (MSFT), a empresa mais valiosa do mundo, está programada para quinta-feira, junto com o Morgan Stanley (MS), UnitedHealth (UNH) e Honeywell (HON).

Finalmente, a American Express (AXP) e a Blackstone (BX) completam a semana quando divulgam seus relatórios na sexta-feira.

As perspectivas para esta temporada de resultados, no entanto, são sombrias. Analistas esperam que os lucros caíram 3% no segundo trimestre, de acordo com dados da FactSet. Se confirmado, seria a primeira recessão de ganhos desde 2016.

O Citigroup (C) divulgou lucros na segunda-feira, informando que os números do segundo trimestre superaram as expectativas dos analistas. Mas um declínio na margem líquida de juros sublinhou os riscos para as empresas financeiras em um ambiente de taxas de juros mais baixas.

Continua depois da publicidade

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

As ações dos EUA subiram desde o início de junho, atingindo uma série de altas recordes depois que o presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, preparou o terreno para um corte de juros no final deste mês.

A única questão é quão grande será o corte que o Fed fará em sua reunião de política nos dias 30 e 31 de julho. Os mercados têm postado num corte total de 25 pontos base. Há também uma probabilidade de 30% de um corte de 50 bps.

Reuters contribuiu para esta matéria

Continua depois da publicidade

Leia mais sobre: Bancos, EUA, Internacional, Opinião

Última atualização por Rafael Borges - 16/07/2019 - 12:55