Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Carteira recomendada: Itaú BBA elege nova preferência em portfólio Top 5

Gustavo Kahil - 20/09/2019 - 12:25
As ações da Kroton abriram espaço para a entrada dos papéis da JBS (Imagem: REUTERS/Amanda Perobelli)

O Itaú BBA optou pela entrada das ações da JBS (JBSS3) em sua carteira Top 5, revela um relatório enviado a clientes nesta sexta-feira (20) e obtido pelo Money Times. Os ativos da administradora de faculdades Kroton (KROT3) deixaram o portfólio.

Os analistas Lucas Tambellini, Fabio Perina, Larissa Nappo e Guilherme Reif explicam que continuam confiantes na tese de investimentos da Kroton no longo prazo, porém a alta recente reduziu o potencial de valorização.

Demanda chinesa

A fabricante de proteínas entrou na lista do BBA com a visão de que o setor de proteínas como um todo deve continuar apresentando um momentum positivo no curto e médio prazo.

Suinos
“Os preços de importação de proteínas na China ainda não subiram de forma expressiva” pelos efeitos da gripe suína (Imagem: Reuters)

A expectativa é de que a demanda da China e os preços de proteínas continuem em patamares elevados, uma vez que os efeitos da gripe suína na Ásia ainda persistem.

“Os preços de importação de proteínas na China ainda não subiram de forma expressiva, uma vez que os maiores exportadores (Canadá e União Europeia) foram capazes de absorver com uma alta modesta de preços”, apontam Tambellini, Perina e Reif.

Esta situação, explicam os analistas, deve mudar e os preços devem subir de forma mais expressiva, dado que alguns exportadores podem já ter alcançado seus níveis máximos de capacidade.

O potencial de valorização estimado para a JBS é de 18% (Foto: Money Times)

“Ao mesmo tempo, nossos analistas setoriais publicaram uma nota comentando a expectativa de dinâmicas melhores para as operações da JBS nos EUA”, indicam. Por lá, o Itaú BBA entende que as dinâmicas na região devem mudar após a destruição parcial da planta Tyson no Kansas.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

Eles veem duas implicações para o evento:

1 – Um aumento nos preços das carnes, tendo em vista que a planta é responsável por cerca de 6% da capacidade total de abate dos EUA.

2- O fechamento operacional temporário da planta da Tyson, que deve levar a uma menor competição pela oferta de gado no curto prazo.

A carteira Top 5 apresenta alta de 49,5% em 2019.

Veja a carteira:

Última atualização por Gustavo Kahil - 20/09/2019 - 15:11