Últimas Notícias Perspectivas 2018 Comprar ou vender Finanças Pessoais Criptomoedas Economia

Empresas

Cancelada reunião da CPMI da JBS que discutiria convocação de Lula e Dilma

Agência Câmara - 06/12/2017 - 11:15

Foi cancelada, por falta de quórum, a reunião da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da JBS que votaria nesta quarta-feira (6) requerimentos de convocação, entre os quais os dos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff.

Também estavam na pauta requerimentos de convocação dos ex-ministros da Fazenda Guido Mantega e Antonio Palocci, bem como convite para depoimento do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles – ex-presidente do Conselho de Administração do grupo J&F, que controla o frigorífico JBS e outras empresas.

O relator da CPMI, deputado Carlos Marun (PMDB-MS), anunciou que pode apresentar seu relatório final na semana que vem. Ele reclamou da ausência de procuradores da República convidados ou convocados para depor, como o ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot e o ex-chefe de gabinete de Janot Eduardo Pellela.

O ex-procurador-geral havia sido convidado para depor hoje, mas não compareceu. “A CPI fica prejudicada quando se cria uma casta de não investigáveis”, disse Marun, em referência ao argumento dos membros do Ministério Público de que o sigilo funcional desobriga os depoimentos.

Queixas

A falta de quórum irritou o presidente da CPMI, senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO). “Surpreende que os parlamentares não estejam aqui. Não vou encerrar a reunião porque nem abrir eu posso. Nem quem reclamava e cobrava a votação de requerimentos de políticos compareceu”, disse.

A reunião não chegou a ser aberta a pedido do deputado Paulo Pimenta (PT-RS), que cobrou o cumprimento do regimento comum da Câmara e do Senado, que estabelecem prazo máximo de meia hora para início de reunião.

Além de Pimenta, estavam presentes apenas o presidente, o relator, o deputado Wadih Damous (PT-RJ) e o senador Lasier Martins (PSD-RS). Eram necessários 12 parlamentares para abrir a reunião.

Os trabalhos da CPMI devem se encerrar em 22 de dezembro – mas podem ser prorrogados.

Leia mais sobre: Dilma Rousseff, JBS, Lula, Política
 

Últimas Notícias