Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Câmara tentará convocar Paulo Guedes para falar sobre a reforma da Previdência

Agência Câmara - 08/05/2019 - 11:52
O ministro da Economia, Paulo Guedes (Imagem: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

O presidente da Comissão de Finanças e Tributação (CFT) da Câmara, deputado Sergio Souza (MDB), convocou há pouco uma reunião extraordinária do colegiado para analisar o requerimento de convocação do ministro da Economia, Paulo Guedes, proposto pelo deputado Enio Verri (PT-PR).

A deliberação deverá ocorrer após a audiência pública que ouve, neste momento, o secretário especial da Previdência, Rogério Marinho.

Exclusivo: O segredo para ganhar com Petrobras em qualquer cenário

Continua depois da publicidade

Guedes e Marinho foram convidados para audiência pública na Comissão de Finanças pelo presidente do colegiado, deputado Sergio Souza (MDB), e por Verri, ambos do Paraná.

Exclusivo! Cadastre-se para receber um dia antes a Carteira Money Times - O Consenso do Mercado

O ministro, entretanto, encaminhou ofício justificando sua ausência. Nele Guedes argumenta que já participará nesta quarta-feira de debate sobre a reforma da previdência na comissão especial que analisa a proposta (PEC 6/19). O ministro da Economia sugeriu que a audiência na CFT seja remarcada para o dia 12 de junho.

Quer concorrer a R$ 300? Responda esta pesquisa sobre investimentos em 2 minutos

Verri disse que o ministro faltou com respeito à comissão ao não atender ao convite. “Era para estar aqui em abril, nos foi garantido pelo líder do governo que ele estaria aqui hoje. A não vinda dele aqui é um ato de deselegância com esta comissão”, disse Verri, que sugeriu que o ministro seja convocado.

Diante de críticas de diversos deputados, que consideram a ausência um desrespeito à CFT, Souza decidiu ouvir o secretário de previdência e, em seguida, às 12h30, realizar reunião extraordinária para votar a convocação de Guedes.

Souza ouvirá secretario da previdência e logo após fará reunião  extraordinária para votar a convocação de Guedes.  (Cleia Viana/Câmara dos Deputados)

“O convite era para o ministro e para o secretário de previdência, que está aqui. Portanto, após a audiência pública com o secretário de previdência, nós vamos deliberar sobre a convocação e a data que o ministro deverá comparecer a essa comissão”, disse Souza.

A Comissão de Finanças continua reunida no plenário 4.

Última atualização por Bruno Andrade - 08/05/2019 - 11:52