Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

C&A: Período de reserva de IPO começa hoje com investimento mínimo de R$ 3 mil

Investing.com Brasil - 14/10/2019 - 11:59
C&A
Reserva dos papeis começa hoje e termina dia 23 de outubro (Imagem: Bloomberg)

Por Investing.com 

Inicia nesta segunda-feira (14) período de reserva para participar do IPO da C&A. O investidor que tiver interesse em adquirir ações da varejista de moda rápida deverá acessar sua corretora e fazer a reserva dos papéis entre hoje e 23 de outubro.

O investimento mínimo para ter papéis CEAB3 é de R$ 3 mil e o valor máximo é de R$ 1 milhão. Não haverá lock-up ou algum modelo de preferência para investidores do varejo, como nos IPOs da Vivara (VIVA3) e o do BMG.

O IPO da C&A foi desenhado para que os atuais controladores embolsem lucro com a emissão secundária – como é o natural em toda emissão de ação –, mas e que também recebam grande parte dos recursos da emissão primária, com o pagamento de dívidas.

A varejista viu seu endividamento se multiplicar fortemente no último ano com a adoção do IFRS16 que mudou as regras contábeis, mas parte da dívida é com empréstimos feitos pela sua controladora. Do total do IPO, cerca de 94% seguirá para o controlador, seja pela venda de papéis ou pagamento de dívida. Apenas 6% será destinado ao caixa da empresa para investimento.

A expectativa é que R$ 813,4 milhões da oferta seja utilizada para zerar a dívida com a C&A Mode AG.

O IPO é composto por uma oferta primária de 49,3 milhões de ações somada a uma oferta secundária de 32,9 milhões de ações. Os acionistas vendedores fazem parte do grupo controlador da família Brenninkmeijer, que criaram a marca C&A em 1861.

A faixa de preço indicativa foi definida entre R$ 16,50 e R$ 20,00, o que precifica a companhia com desconto frente às Lojas Renner (LREN3), mas com prêmio na comparação com a Guararapes, dona da Riachuelo (GUAR3).

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Última atualização por Rafael Borges - 14/10/2019 - 11:59