Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

BTG aposta em Lojas Renner e Magazine Luiza para temporada de resultados

Investing.com Brasil - 17/07/2019 - 15:06

Por Investing.com

Nos dias que antecedem o início da temporada de balanços no segundo trimestre do ano, o BTG Pactual enviou relatório a clientes destacando sua preferência por empresas com fundamentos premium, com destaques para Lojas Renner (LREN3) e Magazine Luiza (MGLU3), mas também dando atenção especial para Carrefour (CRFB3) e Pão de Açúcar (PCAR4).

Para a equipe do banco, apesar de as empresas que tiveram pior desempenho nos últimos trimestres apresentaram boas chances de valorização com a retomada do crescimento da economia, a aposta é pelos casos de investimentos com excelente execução e dinamismo operacional para os próximos meses.

No relatório sobre o setor de varejo, o BTG destaca que após um início de ano positivo, as tendências se deterioraram em abril e maio, apesar de um cenário melhor depois da greve dos caminhoneiros em 2018. No período, houve uma menor confiança do consumidor e intenções de consumo recuando com as vendas abaixo do esperado em datas de feriados importantes. Outro ponto negativo foi o fim da validade da Lei do Bem.

A equipe do banco destaca que, apesar das temperaturas mais altas, o que atinge principalmente o setor de vestuário, é esperada uma melhora da situação a partir de junho. Os analistas entendem que o cenário já está mais benéfico com a confiança do consumidor crescendo pela primeira vez em quatro meses.

Eles destacam ainda a aprovação da reforma da Previdência em primeiro turno na Câmara dos Deputados. Isso, fomenta uma tendência de alta para o setor de varejo, com uma onda de otimismo que deve sustentar avaliações das ações. Nesse cenário, apesar de uma melhor tendência e com os investidores que procuram underperformers, a opção do BTG é por ativos premium.

Expectativa positiva

A equipe do BTG espera resultados trimestrais positivos para Lojas Renner, Magazine Luiza, Carrefour e BK Brasil (BKBR3), sendo que apenas para Carrefour a recomendação é neutra, com todas as outras com compra.

Para os analistas, as companhias devem reportar resultados sólidos e Ebitda em crescimento (ajustado para o efeito IFRS16). Também esperam números operacionais resilientes em Arezzo (ARZZ3), com recomendação de compra, e Lojas Americanas (LAME4), igualmente com sugestão de compra pelo banco.

Para B2W (BTOW3), com recomendação de compra, eles esperam que o crescimento da GMV deve ter um desempenho novamente atingido por um desempenho fraco, embora a plataforma 1P apresente resultado positivo. Para o segundo semestre, o BTG espera que a B2W realmente se beneficie das perspectivas econômicas positivas para o Brasil, na forma de custos de financiamento mais baixos e demanda mais forte do consumidor.

Destaques negativos

O documento destaque que, após um grande ajuste em sua política comercial no primeiro trimestre, as margens do Hypera (HYPE3) (Compra) provavelmente vão sofrer devido à maior penetração de genéricos no total de vendas e menos FX favorável.

Já para a Raia Drogasil (RADL3), assim como no 1T19, é esperado um crescimento positivo, apesar de uma menor margem Ebitda, com o seu plano de abertura de loja novamente assegurando a expansão decente da linha superior.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Última atualização por Valter Outeiro da Silveira - 17/07/2019 - 15:55