Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Brexit diminui a demanda pelo setor financeiro do Reino Unido

Investing.com Brasil - 14/01/2019 - 10:23

Por Investing.com – A preocupação com o Brexit e seu impacto na economia pressionaram o setor financeiro do Reino Unido, já que a demanda por serviços financeiros diminuiu pela primeira vez em cinco anos, de acordo com uma pesquisa conjunta das empresas de pesquisa CBI e PwC.

Chegou o Pré-Market Money Times! CADASTRE AGORA e Receba antes do mercado

Empresas de serviços financeiros, especialmente bancos, empresas de construção civil e seguradoras, estão preocupadas com a economia em geral no próximo ano, uma vez que o país ainda permanece incerto sobre o impacto do Brexit.

Continua depois da publicidade

A pesquisa de 84 empresas mostrou que a demanda deve continuar caindo durante o primeiro trimestre, enquanto a rentabilidade também deve cair pela primeira vez em três anos.

Perspectivas mais amplas para a economia do Reino Unido, crescimento fraco do PIB e crescimento das famílias também devem manter o setor financeiro sob controle, segundo o relatório.

“Uma combinação da macroeconomia e a incerteza do Brexit, conformidade regulatória e volatilidade do mercado global está afetando o setor de serviços financeiros do Reino Unido”, disse Rain Newton-Smith, economista-chefe da CBI.

Uma votação parlamentar sobre o projeto de lei da primeira-ministra Theresa May sobre Brexit não deve passar, já que os membros do partido estão preocupados com as provisões dos limites da separação do Reino Unido em relação ao bloco.

Com a saída do Reino Unido esperada para dia 29 de março, a chance de um não acordo está se fortalecendo, o que aumentaria a incerteza para o setor financeiro. Muitos bancos já instalaram escritórios em cidades européias em preparação para um Brexit sem acordo.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Apesar da perspectiva sombria, espera-se que o número de funcionários do primeiro trimestre cresça e os investimentos para o próximo ano permaneçam estáveis.

“As empresas de serviços financeiros do Reino Unido que buscam prosperar em 2019 devem se concentrar em questões que possam controlar”, disse Andrew Kail, diretor de serviços financeiros da PwC.

Última atualização por Bruno Andrade - 14/01/2019 - 10:23

Sucesso do barter no café faz Coopercitrus expandir originação em grãos