Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Braskem cai com Justiça permitindo que bancos tomem posse das ações da companhia

Investing.com Brasil - 11/07/2019 - 15:26
Braskem
A Justiça permitiu que credores da Odebrecht tomem posse das ações da petroquímica oferecidas como garantia para empréstimos que fizeram ao conglomerado

Por Investing.com

Na parte da tarde desta quinta-feira na bolsa paulista, as ações da Braskem (BRKM5) operam com desvalorização de 0,41% a R$ 36,82. Mais cedo, um juiz do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo permitiu que credores da Odebrecht tomem posse das ações da petroquímica oferecidas como garantia para empréstimos que fizeram ao conglomerado, de acordo com decisão vista pela Reuters.

A liminar concedida na véspera para o Itaú Unibanco (ITUB4), anula uma decisão que proibia qualquer venda ou posse de ações da Braskem pelos bancos. A Odebrecht entrou com pedido de recuperação judicial em junho, com o objetivo de reestruturar 51 bilhões de reais.

Na semana passada, o Estadão informou que para pagar credores e bancos, o grupo Odebrecht pretendia destacar parte dos recursos que serão obtidos em uma futura venda de sua fatia na Braskem, que é atualmente de 50,1%. As instituições financeiras detêm atualmente todas as ações da petroquímica como garantia dos empréstimos destinados ao grupo.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

A proposta representaria que bancos ficariam com uma participação menor na Braskem. Em outras palavras, as instituições iriam receber menos do que o valor que tinham como garantia.

A estimativa é que a Braskem esteja avaliada em R$ 28 bilhões, enquanto os passivos do grupo chegam a R$ 100 bilhões.

Última atualização por Bruno Andrade - 11/07/2019 - 15:27