Últimas Notícias Nova Previdência Cotações Comprar ou Vender Criptomoedas Empresas
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Bradesco faz stock picking e elege as 25 melhores ações para 2019

Valter Outeiro da Silveira - 27/12/2018 - 16:37

O Bradesco divulgou relatório sobre estratégias para 2019, apontando quais são suas ações favoritas em cada setor da economia, que possui como maiores riscos, segundo a equipe de análise, um revés político na aprovação da reforma da Previdência e a desaceleração prevista do crescimento global.

Fique preparado para 2019 com as melhores recomendações de investimentos

De acordo com os analistas, existem três principais propulsores para as teses de investimento das ações brasileiras em 2019: aceleração do PIB e ciclo de crescimento plurianual; queda nos prêmios de risco; e a ocorrência de privatizações, concessões e vendas de ativos.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

“O Brasil provavelmente enfrentará um ambiente global desafiador pela frente, com desaceleração do crescimento global e risco de recessão nas principais economias desenvolvidas”, afirma o Bradesco.

Alimentos

A equipe de análise acredita que os nomes de proteína deverão se beneficiar pela melhora nos spreads de frango e carne suína no mercado doméstica, tendo em vista a tendência de alta nos preços desde setembro deste ano, com aumentos de 20% e 15%, respectivamente. Além disso, a continuação do ciclo positivo da carne bovina nos EUA e no Brasil deve continuar, com forte demanda e oferta robusta.

Conforme o Bradesco, os investidores devem se atentar à dinâmica do mercado externo, o que inclui aberturas e fechamentos de mercados relevantes; e preços dos grãos. A top pick no setor é a BRF (BRFS3), cujas ações possuem preço-alvo de R$ 35,00 e recomendação de compra.

Bancos

Por sua vez, o Bradesco acredita que a combinação de condições macroeconômicas favoráveis juntamente com maior apetite dos investidores deve se traduzir em um crescimento de dois dígitos na carteira de crédito em 2019 e 2020, o que representaria 1,9 vez a expansão do PIB (Produto Interno Bruto), em linha com ciclos de expansão anteriores.

Neste sentido, a instituição lista recomendação de compra para as ações do Banco do Brasil (BBAS3), ABC Brasil (ABCB4) e Banrisul (BRSR6), com preços-alvo respectivos de R$ 52,00 por ação, R$ 23,00 por papel e R$ 25,00 por ação.

Construção Civil

Em relação ao setor de construção civil, o Bradesco mantém-se confiante em relação ao desempenho do setor de baixa renda, com expectativa de performance superior ao de média-alta renda, principalmente devido aos seguintes motivos: família ilegíveis ao programa Minha Casa Minha Vida representam 80% da formação das famílias brasileiras; ganhos de escala para construções direcionadas a baixa renda; possibilidade de utilização do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) como entrada.

As top picks do setor são Tenda (TEND3), com preço-alvo de R$ 35,00 para as ações; e Direcional (DIRR3), com preço-alvo de R$ 9,00 para os papeis – ambos com recomendação de compra.

Energia Elétrica e Saneamento

Para o Bradesco, o setor passa por um momentum positivo devido aos seguintes fatores: bilhões de leilões em novos projetos de transmissão, privatização de quase todas distribuidoras da Eletrobras no Norte e no Nordeste; e recuperação das margens operacionais após o ciclo positivo da quarta revisão tarifária.

Os analistas listam recomendação de compra para as ações da Cemig (CMIG4), com preço-alvo de R$17,00. Além da companhia mineira, outros dois papeis se destacam com recomendação de compra: Energisa (ENGI11) e Sanepar (SAPR4), com preços-alvo respectivos de R$ 52,00 e R$ 90,00.

Industriais, bens de capital e transportes

As top picks nestes setores são as seguintes:

CCR (CCRO3), com preço-alvo de R$ 16,00
Rumo (RAIL3), com preço-alvo de R$ 20,00
Randon (RAPT4), com preço-alvo de R$ 11,00

Petróleo

Em relação ao setor petrolífero, os analistas ressaltam que recentemente reduziram as estimativas para os preços do petróleo de 2019 e 2020, porém ainda mantiveram a previsão de longo prazo de US$ 70,00 por barril.

As principais recomendações do setor são as ações da Petrobras (PETR4), com recomendação de compra e preço-alvo de R$ 37,00 e as ações da Cosan (CSAN3), com recomendação de compra e preço-alvo de R$ 50,00.

Outros setores

Por último, o Bradesco lista recomendação de compra para as seguintes ações:

Saúde: Hapvida (HAPV3), com preço-alvo de R$ 35,00

Serviços Financeiros: B3 (B3SA3), com preço-alvo de R$ 33,00

Shoppings e Propriedades Comerciais: Iguatemi (IGTA3), com preço-alvo de R$ 45,00 e BR Malls (BRML3), com preço-alvo de R$ 45,00

Siderurgia, Mineração e Papel & Celulose: Suzano (SUZB3), com preço-alvo de R$ 60,00 – Vale (VALE3), com preço-alvo de R$ 69,00 – Usiminas (USIM5), com preço-alvo de R$ 17,00 e Duratex (DTEX3), com preço-alvo de R$ 15,00

Telecomunicação e Tecnologia: Totvs (TOTS3), com preço-alvo de R$ 37,00 e Linx (LINX3), com preço-alvo de 31,00

Varejo: CVC (CVCB3), com preço-alvo de R$ 63,00 e Burguer King (BKBR3), com preço-alvo de R$ 22,00

Receba dicas EXCLUSIVAS de investimento em seu e-mail – Não é propaganda