Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Bradesco espera até US$ 107 bi em investimentos externos na B3 em 2019

Arena do Pavini - 18/12/2018 - 7:26
(Foto: Bradesco)

Por Arena do Pavini – O Bradesco (SA:BBDC4) estima que a melhora da perspectiva com a economia brasileira pode atrair até US$ 107 bilhões (R$ 417 bilhões) em investimentos externos para a bolsa brasileira no ano que vem, segundo o vice-presidente do banco, Marcelo Noronha. Segundo ele, a confiança dos investidores externos no Brasil está aumentando e grandes fundos internacionais voltados para mercados emergentes teriam um potencial de investimento no país de US$ 57 bilhões e os fundos globais teriam mais US$ 50 bilhões para investir, caso o país leve adiante as reformas necessárias para reduzir o déficit público e o crescimento da dívida. A principal é a reforma da Previdência Social, destaca.

Melhor entrada foi de R$ 20 bilhões

Caso a projeção se confirme, será a maior entrada de recursos na bolsa brasileira da história, superando os R$ 20 bilhões de 2009, que compensaram em parte a saída de R$ 24,6 bilhões de 2008, na grande crise do subprime nos EUA. Neste ano, até dia 12 de dezembro, saíram da bolsa brasileira R$ 8,6 bilhões, pior resultado desde 2008.

“A participação do Brasil nas carteiras globais caiu de 16% para 5% nos últimos 10 anos e, mais recentemente, voltou para 7%, mas ainda está muito longe da média”, diz. Segundo ele, se houver uma indicação de que a reforma da Previdência pode ser aprovada, esse crescimento da participação nas carteiras deve se acelerar.

Continua depois da publicidade

Noronha afirma que o Bradesco estima que esses US$ 107 bilhões provocariam uma forte alta da bolsa e uma queda do dólar e dos juros. Além disso, ele estima que outros US$ 200 bilhões poderiam vir para o país para investimentos em infraestrutura nos próximos cinco anos se o governo levar adiante as reformas e o programa de privatização de estatais e redução do tamanho do Estado na economia.

Por Arena do Pavini

Leia mais sobre: B3, Bradesco

Última atualização por Valter Outeiro da Silveira - 18/12/2018 - 7:26