Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Bolsas na Europa abrem em queda nesta quinta-feira

Equipe Money Times - 25/04/2019 - 5:50
Temporada de balanças diminui apetite dos investidores ao risco

As bolsas na Europa abriram em queda nesta quinta-feira (25), com os investidores da região cautelosos a espera da divulgação de resultados corporativos, referentes ao primeiro trimestre de 2019.

O índice principal da Bolsa de Valores de Londres, o FTSE-100, abriu em baixa de 0,44%, aos 7.439,05 pontos. Em Madri, o Ibex-35 iniciou o dia em leve queda de 0,07%, aos 9.450 pontos. Em Frankfurt, o DAX-30 começou o pregão com recuo de 0,10%, aos 12.300,31 pontos. Já em Paris, o CAC-40 perdia 0,16%, aos 5.567,07 pontos.

Os investidores seguem atentos à temporada de balanços dos três primeiros meses deste ano, diminuindo assim o apetite ao risco.

Confira abaixo alguns resultados já divulgados:

Continua depois da publicidade

UBS

O banço suíço UBS reportou uma queda de 27% no lucro líquido no primeiro trimestre, em comparação com o mesmo período do ano anterior. Em comunicado, a instituição financeira atribuiu o resultado as condições desafiadoras de mercado.

O lucro líquido ficou em US $ 1,1 bilhão no primeiro trimestre de 2019, acima dos US$ 848 milhões esperados pela maioria dos analistas consultados pela Reuters. Apesar disso, o resultado é inferior a US$ 1,57 bilhão alcançado em igual período de 2018.

Barclays

O banco britânico Barclays informou nesta quinta-feira (25) um lucro líquido mais forte do que o previsto para o primeiro trimestre de 2019, em meio a condições desafiadoras de mercado e preocupações persistentes sobre o Brexit.

A instituição financeira sediada no Reino Unido registrou 1,03 bilhão de libras esterlinas (US$ 1,33 bilhão) em lucro líquido no primeiro trimestre de 2019. Analistas consultados pela Reuters esperavam que o resultado chegasse a 918,7 milhões de libras.

Continua depois da publicidade

O lucro antes do imposto foi de 1,5 bilhão de libras entre janeiro e março de 2019, contra 1,7 bilhão de libras alcançados um ano antes. O resultado representa uma queda de 10% em meio a uma série de obstáculos macroeconômicos.

Bayer

A gigante alemã Bayer, fabricante de produtos agrícolas e farmacêuticos, comunicou nesta quinta-feira (25) um avanço de 45% no lucro líquido do primeiro trimestre de 2019, estimulado principalmente pela aquisição da Monsanto.

O EBITDA (lucro ajustado antes de juros, impostos, depreciação e amortização) subiu para 4,19 bilhões de euros (US$ 4,67 bilhões), superando a previsão média de 4,12 bilhões de euros prevista por analistas consultados pela Reuters.

Nokia

A fabricante finlandesa de equipamentos para redes de telecomunicações Nokia reportou nesta quinta-feira (25) um prejuízo de 59 milhões de euros (US$ 66 milhões) no primeiro trimestre de 2019, contra um lucro de 239 milhões de euros alcançados em igual período do ano anterior.

Continua depois da publicidade

Em comunicado, a companhia afirmou que a surpreendente perda trimestral se deve à dura concorrência em seu principal negócio: unidade de redes. Analistas consultados pela Reuters estimavam por um lucro de 305 milhões de euros para o período.

Grupo PSA

Grupo PSA, dono das montadoras francesas Peugeot e Citroen, informou nesta quinta-feira (25) uma queda de 1,1% nas receitas do primeiro trimestre de 2019, totalizando 17,98 bilhões de euros (US $ 20,05 bilhões), contra 18,2 bilhões de euros alcançados um ano antes.

 

 

Continua depois da publicidade

Última atualização por - 25/04/2019 - 5:50