Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Boeing aposta US$ 20 milhões em startup de viagens espaciais

Bloomberg - 08/10/2019 - 12:31
Boeing Setor Aéreo
Acordo posiciona as empresas para explorar o mercado de viagens aéreas em velocidades hipersônicas acima da atmosfera da Terra, encurtando viagens pelo mundo para duas horas ou menos (Imagem: Reuters/Paulo Whitaker)

A Boeing fechou um acordo para investir US$ 20 milhões em uma participação minoritária na Virgin Galactic, uma startup que se prepara para levar clientes ao espaço no próximo ano.

A parceria visa moldar o futuro das viagens espaciais com humanos, disseram as empresas em comunicado na terça-feira. No longo prazo, a Virgin Galactic também mira o transporte aéreo de passageiros ao redor do mundo em alta velocidade – um meio de transporte que levará anos para ser alcançado.

O acordo posiciona as empresas para explorar o mercado de viagens aéreas em velocidades hipersônicas acima da atmosfera da Terra, encurtando viagens pelo mundo para duas horas ou menos. A Space Exploration Technologies, de Elon Musk, também anunciou planos para esses voos no futuro.

O investimento da Boeing é “um catalisador para uma colaboração mais ampla e mais profunda”, disse o CEO da Virgin Galactic, George Whitesides.

O futuro das viagens aéreas de alta velocidade é “um grande tabuleiro de xadrez”, com inúmeras questões de engenharia, tecnológicas e financeiras a serem resolvidas, disse em entrevista. “Podemos realmente começar a analisar algumas dessas perguntas que precisam ser colocadas em prática.”

Para se tornar acionista da startup espacial fundada pelo bilionário britânico Richard Branson, a Boeing fará o investimento por meio de sua divisão HorizonX Ventures.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Em 2020, a Boeing tem planos de levar seus primeiros clientes espaciais comerciais – astronautas – para a Estação Espacial Internacional, como parte do programa de tripulação comercial da Administração Nacional de Aeronáutica e Espaço.

IPO

O investimento da Boeing depende da abertura de capital da Virgin Galactic no fim do ano, como parte de uma fusão com a Social Capital Hedosophia, que terá participação de 49% na nova empresa. O acordo para o IPO (oferta pública de ações) da Virgin Galactic, anunciado em julho, tem como objetivo levantar cerca de US$ 800 milhões para a empresa de Branson.

A Social Capital, com sede em Palo Alto, Califórnia, levantou US$ 600 milhões em setembro de 2017 com uma oferta pública inicial quando a empresa ainda estava em estágio de desenvolvimento.

Última atualização por Lucas Simões - 08/10/2019 - 12:33