Cotações por TradingView

BMG espera carteira de R$ 10 bi até 2020 com divisão de cartões, diz Estadão

Investing.com Brasil - 23/05/2019 - 14:21
No final de fevereiro, O banco mineiro oficializou a desistência do plano de se listar na bolsa com uma oferta inicial de ações (IPO)

Por Investing.com

O banco BMG espera obter até 2020 uma carteira de R$ 10 bilhões, considerando apenas o seu principal produto, que o BMG Card, lançado em 2005. O crescimento trazido pelo cartão é de 17,4% na carteira do varejo em 2018, representando um total de 84,4% das operações, que foram de R$ 7,316 bilhões entre janeiro e março de 2019.

Enquanto tentava emplacar seu IPO, o BMG realizou uma série de reuniões no ano passado, com o produto BMG Card chamando as atenções dos investidores. As informações são da edição desta quinta-feira da Coluna do Broad, do Estadão.

Continua depois da publicidade

Exclusivo! Cadastre-se para receber um dia antes a Carteira Money Times - O Consenso do Mercado

No final de fevereiro, O banco mineiro oficializou a desistência do plano de se listar na bolsa com uma oferta inicial de ações (IPO).”O mercado será oportunamente informado sobre eventual decisão de iniciar novo processo de oferta pública de distribuição de ações”, afirmou o BMG na ocasião.

Em dezembro, o BMG havia pedido suspensão por 60 dias da análise de sua oferta de ações, após os acionistas terem recusado pedidos de investidores para reduzir a faixa estimada de preços da operação, diante da demanda fraca pelos papéis.

Leia mais sobre: Bancos, BMG, Economia, Investimentos, IPO
Money Times no Messenger!
Notícias selecionadas para você