Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Bitcoin cash atinge máxima histórica após começar a ser negociada na Coinbase

20/12/2017 - 14:26

Investing.com – O bitcoin cash subiu cerca de 70% e atingiu máxima histórica nesta quarta-feira após a Coinbase, corretora de bitcoin com sede em São Francisco, anunciar que estaria abrindo a possibilidade de negociação da ramificação do bitcoin a seus clientes

O bitcoin cash é resultado da bifurcação, conhecida como “fork”, da maior moeda digital do mundo em termos de capitalização de mercado, o bitcoin, em 1º de agosto em uma ação projetada para a capacidade de processar transações mais rapidamente com menor custo.

Originalmente, a Coinbase havia afirmado que não apoiaria a ramificação, mas o anúncio de hoje não deve ser visto com surpresas a seguidores do mercado.

A corretora logo voltou a trás e anunciou que começaria as negociações em 1º de janeiro.

O bitcoin cash se tornou uma alternativa popular ao bitcoin e é agora a terceira maior moeda digital, com uma capitalização de mercado de US$ 58,3 bilhões.

A grande movimentação desta quarta-feira não foi vista sem drama, já que foram direcionadas à corretora acusações de informações privilegiadas na sequência de um forte aumento no preço da moeda horas antes do anúncio ter sido feito.

“Se encontrarmos evidência de que qualquer empregado ou terceirizado tenha violado nossas políticas — direta ou indiretamente — não hesitarei em demitir o empregado imediatamente”, afirmou Brian Armstrong, diretor-executivo da Coinbase em uma postagem em seu blog.

Além disso, a Coinbase parecia assegurar a seus clientes através do Twitter que seus empregados estavam “proibidos de negociar bitcoin cash há várias semanas”.

Na corretora Bitfinex, o bitcoin cash saltava 74,35%, ou US$ 1.599,20, para US$ 3.750,00 às 12h56, pouco abaixo da máxima intradiária de US$ 3.772,80.

Enquanto isso, seu “pai”, o bitcoin recuava 9,27%, ou US$ 1.754,00, para US$ 17.160,00. A moeda digital, que é negociada 24 horas por dia e sete dias na semana, continuava a recuar da máxima histórica de US$ 19.891,00 atingida no domingo em seu terceiro dia de declínio.

A virada para baixo ocorre apesar da excitação por trás do fato de que a Bolsa Mercantil de Chicago (CME, na sigla em inglês) passou a negociar seus próprios contratos futuros de bitcoin no domingo, uma semana depois da versão da rival CBOE.

O início das negociações de contratos futuros teve reação ambígua dos investidores, uma vez que permite que os participantes do mercado tenham a opção de fazerem apostas pessimistas no bitcoin, o que pode pressionar os preços da moeda digital.

Outros participantes do mercado acreditam, entretanto, que o lançamento de contratos futuros abre o caminho para o bitcoin se tornar uma classe de ativos estabelecida, o que poderia incentivar a demanda institucional.

Alguns operadores sugeriram que os recentes declínios estão mais relacionados a coleta de lucros conforme investidores vendiam devido ao lançamento de contratos futuros da CME. Outros especialistas afirmam que a maior moeda digital, com uma capitalização de mercado de US$ 286,66 bilhões ainda possui ganhos no ano em torno de 1.700% e já deveria ter passado por uma correção há muito tempo.

Por Investing.com

Leia mais sobre: Bitcoin, Criptomoedas, Sem Categoria

Última atualização por Gustavo Kahil - 20/12/2017 - 14:26