Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

BB Seguridade, IRB, SulAmérica ou Porto Seguro: Qual comprar na Bolsa?

Diana Cheng - 24/06/2019 - 12:36
Segundo a XP, os seguros de automóveis devem crescer menos do que os de saúde, por isso a recomendação de compra das ações da SulAmérica em vez das de Porto Seguro (Imagem: Divulgação)

A XP Investimentos iniciou sua cobertura do setor de seguros com recomendação de compra para os papéis da BB Seguridade (BBSE3), IRB Brasil (IRBR3) e SulAmérica (SULA11).

A equipe de análise da XP possui perspectivas positivas para o segmento a partir do segundo semestre deste ano. “A população e as empresas demandam mais este produto em tempos de recuperação econômica e crescimento consistente”, explica.

Segundo a XP, os seguros de automóveis devem crescer menos do que os de saúde, por isso a recomendação de compra das ações da SulAmérica em vez das de Porto Seguro (PSSA3). Os resseguros também devem seguir com sólido crescimento e o IRB provavelmente continuará como líder do setor no longo prazo.

Continua depois da publicidade

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Sobre a BB Seguridade

A XP recomenda compra com preço-alvo de R$ 39.

“Vemos a BBSE bem posicionada para se beneficiar de um cenário macro melhor, com o PIB finalmente ganhando força, o desemprego caindo gradualmente e o crédito acelerando no BB”, afirma André Martins, analista da empresa.

Sobre a IRB Brasil

A recomendação é de compra com preço-alvo de R$ 120.

“Raramente vemos empresas com tantos atributos positivos como o IRB e, apesar de sua performance de 249% desde o IPO, acreditamos que há espaço para mais”, diz Martins. Ainda de acordo com o analista, a posição de mercado da IRB é tão sólida quanto ela afirma.

Sobre a Porto Seguro

A XP traz uma recomendação neutra com preço-alvo de R$ 58, pois não vê motivos para justificar uma projeção de lucro da empresa acima do consenso para os próximos 12 meses.

Sobre a SulAmérica

Recomenda-se compra com preço-alvo de R$ 43.

“A empresa conseguiu aumentar a participação de mercado e controlar a sinistralidade durante a crise e agora está pronta para colher os benefícios de sua disciplina em anos mais saudáveis do ponto de vista macro”, comenta Martins.

(Fonte: XP Investimentos/Bloomberg)

Última atualização por Diana Cheng - 24/06/2019 - 12:39