Quer saber o que comprar agora na Bolsa? Receba as melhores dicas do Brasil

Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Banco PAN lança biometria facial como assinatura de contrato

Vitória Fernandes - 16/04/2019 - 16:48
A novidade busca agilizar e aumentar a segurança do processo (Imagem: Pixabay)

O Banco PAN (BPAN4) lança nesta terça-feira (16) uma nova utilização para a tecnologia de biometria facial. A partir de agora, o cliente que contratar um empréstimo consignado poderá assinar apenas com uma foto do seu rosto.

A novidade busca agilizar e aumentar a segurança do processo e fazer com que o banco se torne, de uma ver por todas, completamente digital. De acordo com o PAN, o investimento em tecnologia dos próximos anos será de R$ 150 milhões.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

“A ideia surgiu em 2016 quando pesquisamos qual deveria ser o modelo de assinatura do PAN e das vendas no varejo no futuro. As primeiras análises apontaram para o reconhecimento de voz ou de digitais, mas levando em consideração a acessibilidade do recurso, definimos que a biometria facial era a mais adequada para nossos clientes”, afirma Artur Azevedo, Superintendente Executivo de Produtos e CRM do Banco PAN.

Em relação à segurança, o novo processo ajudará na prevenção de fraudes. Nas primeiras pesquisas feitas pelo banco, os números iniciais já se mostram menores do que os do método dos papéis.

Como declarar investimentos no IR? Baixe agora o nosso guia completo

Público Sênior

Os aposentados configuram grande parte do público de crédito consignado, sendo assim, é necessário adaptar as novidades para eles. De acordo com a empresa, foram testados 14 estereótipos até se chegar à versão ideal que garante o entendimento dos clientes.

“Envolvemos uma base de clientes aposentados nos testes dos protótipos. Com isso, conseguimos garantir a simplicidade e transparência no processo de contratação de crédito e assegurar que este perfil de consumidor não necessitaria de auxílio para realizar a formalização digital”, diz Azevedo.

A expectativa é de que, até o final de 2019, todos os processos de contratação de crédito deverão acontecer via biometria facial.

Última atualização por Diana Cheng - 16/04/2019 - 16:48